Cidadeverde.com
Entretenimento

Cristiano, da dupla com Zé Neto, faz alerta sobre Covid e pede empatia após deixar hospital

Imprimir

Foto; instagran/crisznec

Cristiano, 32, da dupla com Zé Neto, fez um apelo em suas redes sociais neste domingo (28), um dia após voltar para casa depois de ficar internado por causa da Covid-19, e pediu para que seus seguidores tenham cuidado e empatia no atual momento de pandemia.

Em uma série de vídeos postados em seu Instagram, o cantor sertanejo alertou sobre a gravidade da doença e contou um pouco sobre o que viu nos dias em que ficou hospitalizado. Também aproveitou para agradecer aos fãs que lhe desejaram melhoras.

"Eu quero passar aqui para agradecer do fundo do coração por todas as orações, as mensagens e otimismo. Tudo o que foi publicado. Muito obrigado. Tô bem, o pior já passou", disse.

Cristiano ainda agradeceu aos profissionais da área da saúde pelo trabalho que vêm fazendo durante a crise sanitária. "Queria agradecer muito às equipes médicas, ao corpo de enfermagem. Vocês não têm noção da luta em que eles estão. A gente fala muito em leito, se tem leito, mas não tem profissional. Muitos adoeceram, muitos estão exaustos, estão no limite."

Já em casa, Cristiano diz que está se isolando da família e usando máscara, pois ainda pode transmitir o novo coronavírus. Ele afirmou que os últimos dias foram difíceis e fez um apelo: "Se cuidem, essa é uma doença muito silenciosa, a hora que você acha que está bem, você não está. As coisas pioram de uma hora para a outra".

Ele ressaltou a importância de pensar no próprio neste momento, especialmente pelo agravamento da pandemia atualmente visto em todo o Brasil.

"Vamos ter mais empatia, gente, porque às vezes você pode ser um assintomático, mas você pode transmitir para uma pessoa que não vai ser assintomática e que pode sair num prejuízo grande. A coisa está realmente feia, então vamos ter amor ao próximo, empatia e nos cuidar, porque o vírus não está para brincadeira."

No ano passado, Zé Neto também teve Covid-19. Em junho, ele procurou atendimento também no Hospital de Base de São José do Rio Preto após apresentar sintomas como tosse, espirro e febre. Semanas depois, no entanto, o sertanejo publicou um vídeo nas redes sociais tirando sarro do isolamento social necessário para o combate à pandemia.

Na gravação, ele aparecia em um encontro de amigos, em que todos estavam sem máscara. Depois de receber críticas, ele falou sobre o assunto durante uma live com Cristiano, em que condenou o que chamou, na ocasião, de cultura do cancelamento e chamou as pessoas que o "cancelaram" de babacas.

Fonte: Folhapress

Imprimir