Cidadeverde.com
Política

Osmar Junior faz homenagem ao ex-prefeito Firmino Filho; veja relato

Imprimir

O secretário Estadual de Governo, Osmar Júnior, fez uma homenagem ao ex-prefeito de Teresina, Firmino Filho, resgatando o legado do político e lembrando de momentos que esteve com ele.


Veja mensagem: 

Teresina, 07 de abril de 2021


Hoje, cumpri o doloroso dever de acompanhar o sepultamento do amigo, e ex-prefeito de Teresina, Firmino Filho. Tomado de surpresa, ainda incrédulo, sem compreender como tal fato pode acontecer, estou invadido pela tristeza, a mesma que envolveu o povo teresinense desde a tarde de ontem. Ao lado da dor pela morte do amigo, também me veio o sentimento de agradecimento ao Firmino pelo importante trabalho que realizou ao longo de sua vida pública. Ao nos deixar de forma tão repentina, ele deixa um vácuo em nossas vidas, pública e privada, e entra para o panteão dos líderes de nossa querida capital, inscrevendo na história a marca do político democrata, administrador competente e honesto.

Convivi com Firmino por mais de trinta anos. Nesse longo período, tendo Teresina e o Piauí no centro, compartilhamos sonhos, fizemos projetos, executamos planos. Também exercitamos o sagrado direito à divergência, que abarcavam de coisas do cotidiano, até perspectivas de futuro longínquo. Essas diferenças de visão e interesse, que quando não resolvidas em longas e instigantes conversas, nos levaram a palanques diferentes, nunca romperam os laços da amizade que nos uniu desde o primeiro encontro, ocorrido em 1990, na antiga sede do PT (localizada em prédio próximo à Escola Técnica Federal), onde, sob a coordenação do Professor Antônio José Medeiros, discutíamos a conjuntura eleitoral daquele ano, e analisávamos as possibilidades da candidatura do inesquecível Professor Wall Ferraz ao governo do Piauí.

Ainda que a política e a administração pública de nossa boa terra tenham ocupado grande parte de nossas conversas, o exame das aventuras e desventuras da trajetória da humanidade também tiveram seu espaço, bem como a análise das dores e alegrias, certezas e medos, que habitam a individualidade dos humanos, diálogos que só ocorrem em ambiente onde a confiança, própria da amizade fraterna, alcança plenitude. Foi assim a nossa convivência nessas três décadas, marcada pelos sonhos, política, debate franco, e pela confiança nas palavras e gestos.

Deixo como registro de nossa trajetória comum essa fotografia, feita em 21 de março de 2001, quando visitávamos trecho da Muralha da China localizado próximo à cidade de Pequim. Nela estão expressas as marcas de nossa relação: sonhos, política e amizade! 

À Lucy, Barbara, Bruno e Cristina, meu abraço fraterno, desejando força para superar esse momento.

Abraço eterno, amigo Firmino!

Imprimir