Cidadeverde.com
Esporte

Messi faz dois, e Barça vence Copa do Rei com goleada de 4 a 0 sobre Bilbao

Imprimir

Não deu para o Athletic Bilbao. Depois de um primeiro tempo de posse de bola, mas sem objetividade, o Barcelona goleou o adversário por 4 a 0 e faturou, neste sábado (17), o título da Copa do Rei no estádio La Cartuja, em Sevilla, deixando para trás o fantasma da final da Supercopa da Espanha, quando os catalães foram superados na prorrogação.

Capitão do time, Messi começou tímido, mas não demorou a se soltar. A mudança de postura foi nítida em toda a equipe depois da conversa de Koeman no vestiário, e após Griezmann marcar o primeiro, e De Jong aumentar a vantagem, o argentino completou o placar marcando o terceiro e o quarto gol.

Eliminado da Liga dos Campeões, o Barcelona enfrenta o Getafe na próxima quinta-feira (22) às 17h (Horário de Brasília) pelo Campeonato Espanhol. O time é o 3º colocado. Já o Bilbao, 11º, visita o Bétis, na quarta (21), às (15h).

Mesmo previsível e facilitando a marcação da defesa do Bilbao, o Barcelona foi quem mais ameaçou na primeira etapa. Nos minutos iniciais, Messi armou uma grande jogada em velocidade para De Jong, que acertou a trave.

O Bilbao até se arriscou nos contra-ataques, mas não conseguiu sequer assustar Ter Stegen. Na bola parada, Muniain acionou Martínez, que surgiu nas costas da defesa do Barça. Ele conseguiu desviar a bola com a ponta dos pés, mas o chute saiu sem direção.

Os catalães voltaram do intervalo para decidir a parada. Griezmann finalizou de dentro da pequena área aos dois minutos, mas Simón conseguiu a defesa. O goleiro brilhou mais uma vez aos sete - depois de uma batida venenosa de Busquets no seu contrapé, ele salvou em cima da linha.

O Barça conseguiu enfim furar o bloqueio do Bilbao aos 13, com Griezmann. De Jong recebeu na saída da defesa pela direita e fez o cruzamento rasteiro para a entrada da pequena área. O camisa 7 chegou pegando de primeira e desta vez não desperdiçou, tirando qualquer chance de defesa de Simón.

Não contente com a assistência, De Jong deixou o seu ao receber um cruzamento preciso de Juan Alba. O volante chegou como elemento surpresa, e cabeceou cara a cara com Simón, que já estava vendido no lance.

O Bilbao mudou algumas peças, mas o Barcelona estava embalado e não teve piedade. Faltava o brilhantismo de Lionel Messi. O argentino recebeu entre os zagueiros pela direita, cortou a marcação com um drible desconcertante e bateu cruzado da entrada da pequena área, com muito capricho.

Dois minutos depois, o craque deixou mais um. Alba tabelou bem demais com Griezmann pela esquerda e recebeu na linha de fundo, tocando para a entrada da área. Messi apareceu por ali, pegou de primeira e bateu no cantinho de Simón, contando com ajuda do goleiro, que aceitou.

Aos 39, De Marcos bateu escanteio pela direita e encontrou Raul Garcia sozinho na pequena área, em condições de diminuir para o Bilbao. O atacante, no entanto, cabeceou para o chão, a bola subiu demais e saiu pela linha de fundo.

Nos últimos minutos, Griezmann marcou ainda o quinto gol, anulado por um impedimento checado pelo VAR.

Fonte: Folhapress

Imprimir