Cidadeverde.com
Geral

Técnicos do Consórcio Nordeste desembarcam na Rússia para tratar sobre liberação da Sputinik V

Imprimir

Foto: Agif/Folhapress

O Consórcio Nordeste determinou a ida de dois técnicos para a Rússia com o objetivo de tratar com o Centro Gamaleya, o Fundo Soberano Russo e com o Ministério da Saúde da Rússia sobre a liberação da vacina Sputinik V. Os representantes dos estados partiram nesse domingo (18), e já se encontram na Rússia para a reunião.

A perspectiva é de que, tendo a aprovação do imunizante russo pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ou por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), as doses possam embarcar imediatamente rumo ao Brasil.

O governador do Piauí e presidente do Consórcio Nordeste, Wellington Dias, lembra que o Nordeste e estados da região norte compraram R$ 37 milhões em doses da Sputinik V e aguardam a licença de importação. “Do que mais precisamos no momento é vacina e vamos atrás na China, no Reino Unido, nos Estados Unidos, na Índia e onde mais precisar para que possamos salvar vidas”, disse o gestor.

De acordo com o Centro Gamaleya, estatal russa que desenvolveu a Sputinik V, a vacina demonstrou eficácia de 92% em prevenir a Covid-19 em análises parciais.

Da Redação
[email protected]

Imprimir