Cidadeverde.com
Esporte

Em vantagem na semi, Flamengo tem Hugo no gol contra Volta Redonda

Imprimir

Cria da base e alçado a titular e xodó da torcida na última temporada, o goleiro Hugo Souza tem à sua frente uma oportunidade de recuperar espaço no Flamengo.

Foto: Alexandre Vidal / CRF

Reserva em 2021, o jovem volta se torna opção em meio à indefinida situação de Diego Alves para os próximos compromissos, que têm tons decisivos para o time rubro-negro.

O primeiro deles acontece neste sábado (8), às 21h05, no Maracanã, contra o Volta Redonda. A partida vale vaga na final do Campeonato Carioca, e o time dirigido por Rogério Ceni pode até perder por dois gols diferença para se classificar.

Atual dono da posição sob as traves, Diego Alves tem uma fibrose direita e não poderá atuar contra o Volta Redonda. Ele também está fora do duelo contra o La Calera, na próxima terça-feira (11), pela Copa Libertadores da América.

Neste cenário, Hugo Souza surge como solução em um momento crucial, que pode levar a dois grandes passos da equipe comandada por Rogério Ceni. Contra o Voltaço, o Fla pode carimbar presença na decisão do Estadual - após triunfo por 3 a 0 no primeiro encontro - e, diante do La Calera, pode garantir vaga nas oitavas da Libertadores de forma antecipada.

Bastante elogiado outrora, o camisa 45, porém, terá de superar duas questões. Primeiramente, mostrar à comissão técnica que pode confiar nele em jogos decisivos, fazendo com que as falhas nas quartas de final da Copa do Brasil e na rodada final do Campeonato Brasileiro do ano passado se tornem páginas completamente virada.

Mais que isso, precisa reconquistar o carinho da torcida, que fez algumas críticas a ele ao longo das últimas semanas. Um dos principais motivos de contestação dos rubro-negros foi o extracampo. O jornal Extra, recentemente, revelou que Hugo organizou uma festa em meio à pandemia de coronavírus. 

O assunto, porém, não causou maiores problemas internamente: a diretoria e a comissão técnica avaliaram que se tratava de um momento de folga do jogador e sem influência no compromisso firmado com o clube, uma vez que se apresentou para treinar normalmente no dia seguinte.

Uma outra questão apontada em relação ao jovem goleiro é o trabalho com os pés. A pedido de Rogério Ceni, a comissão técnica tem um olhar especial para este tema, mas sem uma distinção entre as opções para setor, uma vez que todos trabalham juntos.

Para encarar o Volta Redonda, o Flamengo também não poderá contar com o zagueiro Rodrigo Caio e o meio-campista Gerson, ambos entregues ao departamento médico. No ataque, Pedro, que fez os três gols da vitória por 3 a 0 no jogo de ida, pode seguir como titular.

Por causa da vantagem e da desgastante maratona de jogos, Ceni decidiu mandar a campo uma equipe com reservas. Arrascaeta, Willian Arão, Bruno Henrique, Diego e Filipe Luís foram presevas e nem entraram na lista de relacionados.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir