Cidadeverde.com
Últimas

Produtor musical denuncia dono de churrascaria por agressão física

Imprimir

Foto: Arquivo Pessoal

Sérgio Conrado 

Uma apresentação musical terminou em confusão na noite deste sábado (08) em uma churrascaria no bairro Piçarra, zona sul de Teresina. O produtor musical Sérgio Conrado denuncia que foi vítima de uma agressão física que teria partido do dono do estabelecimento durante uma discussão sobre o pagamento do cachê da cantora Allyne Conrado, filha de Sérgio que havia se apresentado no local momentos antes. 

De acordo com o relato, a discussão teria se iniciado após os responsáveis pela churrascaria informarem que o pagamento do cachê, de R$ 600, seria feito em uma data posterior, proposta que não foi aceita pelos produtores da cantora. Após a recusa, uma série de agressões verbais foram iniciadas por parte do proprietário do estabelecimento, que também teria desferido dois socos no rosto de Sérgio Conrado. 

“O show ocorreu dentro da normalidade, no tempo que havia sido contratado. Quando o nosso outro produtor foi até o caixa do restaurante para receber o cachê foi informado que seria pago somente em uma data posterior, na segunda-feira. A gente não concordou, porque a casa estava cheia e não teria justificativa plausível para não pagar. Foi quando o proprietário chegou, visivelmente embriagado, e não quis conversa. Já chegou com palavras de baixo calão, xingando a gente. No momento que ele estava vindo pra cima da equipe, pedi para o filho dele retirar ele, para evitar mais confusão, foi quando ele veio pra cima de mim e me deu dois socos”, relatou Sergio ao Cidadeverde.com. 

Ainda de acordo com o produtor, os ânimos foram acalmados pelos seguranças do local e pelos membros da equipe da cantora, que acionaram a Polícia Militar.

Após o episódio, o cachê acertado acabou sendo pago à equipe da cantora. “Depois de muita confusão, resolveram pagar a gente. Já tinha tido agressão, toda a humilhação, questão moral. ele não parou nem quando a viatura chegou. Se ele tivesse explicado, com humildade, que não poderia pagar, nós entenderíamos, mas ele chegou com arrogância e agressividade”, contou. 

Sérgio Conrado registrou boletim de ocorrência na Central de Flagrantes e compareceu ao Instituto de Medicina Legal (IML) para realizar o exame de corpo de delito, que confirmou a existência de lesões. O produtor informa que acionou a assessoria jurídica da cantora para acompanhar de perto o caso. 

Foto: Arquivo Pessoal

Rosto de Sérgio Conrado após agressão 

 

 

Outro lado 

O Cidadeverde.com tentou contato com o proprietário da churrascaria que não foi localizado para comentar as acusações. O espaço permanece aberto para os devidos esclarecimentos. 

 

 

Natanael Souza
[email protected]
 

Imprimir