Cidadeverde.com
Geral

Gilberto Albuquerque alerta que internações nas UTIs por acidente batem Covid

Imprimir
  • 20210519100801_IMG_0068.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • 20210519100753_IMG_0067.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • 20210519100731_IMG_0066.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • 20210519100645_IMG_0062.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • 20210519100634_IMG_0061.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • 20210519100524_IMG_0055.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • 20210519100455_IMG_0051.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • 20210519100209_IMG_0035.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • 20210519095415_IMG_0028_(1).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • 20210519095346_IMG_0023.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • 20210519095252_IMG_0020.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • 20210519094958_IMG_0014.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • 20210519094849_IMG_0008.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • 20210519094528_IMG_9985_(1).jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • 20210519094453_IMG_9977.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • 20210519094445_IMG_9974.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • 20210519094108_IMG_9964.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • 20210519094036_IMG_9962.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com

O presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Gilberto Albuquerque, afirmou nesta quarta-feira (19) que cresce de “forma assustadora” a ocupação de leitos com traumas causados em acidentes. Muitos dos leitos UTIs - destinados para a covid-19 - estão sendo ocupados com pacientes acidentados e em estado grave. 

“O trauma aumenta de forma assustadora a níveis de bater os da covid”, disse Gilberto Albuquerque que pediu que a população evite aglomerações e atividades que possam gerar risco de acidentes. 

"Simultaneamente, os leitos destinados para a covid já estão sendo ocupados por pacientes de outras doenças. As outras doenças estão voltando e ressurgindo. O trauma aumenta de forma assustadora a níveis de bater os da covid. Isso mostra que a população anda muito, faz eventos que levam a acidentes e a demanda aumenta ", afirmou. 

Gilberto alerta que ainda vai demorar para uma diminuição significativa da curva de transmissão e óbitos da Covid em Teresina. Ele pede que a população evite eventos clandestinos.

"Sabemos que a covid tem um aumento, tem um pico, depois um platô e só depois diminui. Continuamos no platô e vai demorar a diminuir pela gravidade dos casos. Porque ainda transmite muito com festas e eventos irregulares. Isso ainda vai persistir por mais tempo. Depois teremos um decréscimo nessa pandemia", disse Gilberto.

O secretário acompanhou a imunização com a vacina da Pfizer no posto montado em um auditório dentro do Teresina Shopping. Ele afirmou que devido às exigências do fabricante, a aplicação da vacina acaba saindo mais cara. 

Para a vacina da Pfizer, é feito todo um esquema de socorro no caso de possíveis reações. 

"Temos mantido uma estratégia para que se consiga fazer a administração em 50% do tempo preconizado. Mas para isso, tem uma estrutura como essa, que para essa vacina da Pfizer, nós  temos que ter ambulância do Samu, equipe médica, enfermagem e primeiros-socorros de um modo geral. Isso encarece muito o valor o preço da administração dessa vacina. Porém, a qualidade é essencial. A assistência à população de forma mais rápida possível é nossa meta. Temos conseguido atingir. O prefeito tem estado presente e quer dados. Isso melhora muito o desempenho nessa fase de administração da vacina", ressaltou.

 

Flash de Lídia Brito
[email protected]

Imprimir