Cidadeverde.com
Esporte

Técnico Renato Gaúcho recusa proposta do Corinthians

Imprimir

O técnico Renato Gaúcho disse não ao Corinthians para ficar mais tempo ao lado de seus familiares. Na noite desta quinta-feira (20), logo após o fim da partida diante do Sport Huancayo (PER), o clube do Parque São Jorge informou a negativa do treinador. 

As negociações vinham sendo realizadas desde o início da semana e havia uma expectativa altíssima para que o ex-gremista aceitasse a proposta alvinegra.

"Depois de três dias de conversas francas, o Sport Club Corinthians Paulista e o técnico Renato Portaluppi decidiram encerrar cordialmente as negociações para uma possível vinda do treinador ao comando da equipe profissional", informou o Corinthians em nota oficial.

A contratação de Renato Gaúcho era a prioridade do Corinthians neste momento. A diretoria de futebol, composta por Duilio Monteiro Alves, presidente do clube, Roberto de Andrade, diretor, e Alessandro Nunes, gerente, apresentou o projeto do clube ao empresário do treinador e mantinha contato direto com o comandante para viabilizar a assinatura do contrato.

Embora as conversas estivessem tomando um rumo para um acerto entre as partes, a família de Renato Gaúcho foi determinante para a decisão do treinador, que ficou mais de quatro anos seguidos no Grêmio longe de seus familiares -que vivem na cidade do Rio de Janeiro. 

O comandante emitiu uma nota explicando seu motivo e agradecendo ao Corinthians pelo interesse em contratá-lo.

Agora, o clube do Parque São Jorge volta ao mercado em busca de um novo treinador. Não houve contato com qualquer outro nome, mas Dorival Júnior e Sylvinho pintam como favoritos neste momento. 

Ainda nesta noite, os cartolas devem conversar para traçar o foco dos próximos dias. O Corinthians tenta fechar um novo nome para o comando da equipe antes do início do Campeonato Brasileiro, agendado para o dia 30 deste mês.

YAGO RUDÁ
SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS)

Imprimir