Cidadeverde.com
Entretenimento

Sanfoneiro Inácio Botelho é uma das atrações da live "O Poeta e sua Hora" na sexta (11)

Imprimir

Foto: divulgação

Ele tem 17 anos, começou a tocar aos 11, mas desde os 5 anos já tinha um gosto especial pela sanfona ou pelo acordeon. Como só ganhou o seu primeiro instrumento aos 11 anos, daí ele não parou mais. Hoje, Inácio Botelho já é nome para lá de conhecido nos circuitos dos grandes eventos e shows, especialmente quando o tema é sertanejo e forró. 

Um dos vencedores do Festival Internacional da Sanfona, em Juazeiro da Bahia, em 2019, ele será uma das atrações da Live O Poeta e Sua Hora – Diálogo de Oficina, que traz como artista principal o poeta, compositor, jornalista e escritor Salgado Maranhão, que mora no Rio de Janeiro e já compôs clássicos da MPB cantados por estrelas nacionais.  A live está marcada para as 19 horas da próxima sexta-feira (11), do Espaço Casa Soraya Guimarães.

O jovem sanfoneiro Inácio Botelho fará uma participação especial na live acompanhando os músicos da Banda Os Faustinos, que tem direção e voz de Rubinho Figueiredo.  “Também irei tocar algumas músicas instrumentais”, disse.

Com influências musicais de ícones como Dominguinhos, Mestrinho, Nonato Lima, Raniel Souza, Chico Chagas, Frank Marocco, entre outros, Inácio diz que se considera um dos melhores sanfoneiros do Piauí. Um reflexo desse sucesso é a agenda lotada de eventos mesmo durante a pandemia. Ele também elogia o talento do sanfoneiro de São Raimundo Nonato, no sudeste do Piauí, Raniel Souza.

A Live O Poeta e sua Hora - Diálogo de Oficina tem incentivo: Prêmio Seu João Claudino; Lei Aldir Blanc; Secretaria Especial de Cultura – SIEC – Governo do Estado do Piauí; Governo Federal. Apoio: Grupo Harém de Teatro. Realização Navilouca Produções. Transmissão: @opetaesuahora / facebook.com/opoetaesuahora e no Youtube. 

 

Da redação
[email protected]

Imprimir