Cidadeverde.com
Esporte

Em jogo sonolento, Santos apenas empata contra o Juventude na Vila Belmiro

Imprimir

Em um jogo sonolento na Vila Belmiro, o Santos apenas empatou em 0 a 0 com o Juventude neste sábado (12), pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

O time de Fernando Diniz foi inofensivo aos visitantes. Em 90 minutos, o Peixe teve apenas uma chance clara de gol com Kaio Jorge, de cabeça.

Em contrapartida, o time do Rio Grande do Sul anulou com tamanha facilidade o Alvinegro em casa. Além de uma marcação impecável, eles pressionaram a saída de bola e se fecharam, no aguardo pelo contra-ataque. Entretanto, não foi efetivo e administrou o empate.

Diniz não terá Luan Peres à disposição diante do Fluminense, na quinta-feira (17), pela quarta rodada do Brasileirão. O zagueiro recebeu o terceiro cartão amarelo e cumprirá suspensão. O Juventude enfrentará o Palmeiras na quarta-feira (16), pela mesma rodada.

O primeiro tempo foi marcado por um Santos ineficiente na Vila Belmiro. Além da falta de criatividade, o time de Diniz foi pouco agressivo e objetivo. Rodou a bola, buscou espaços, mas não foi efetivo. Até os 30 minutos o goleiro Marcelo Carné mal foi acionado.

O Juventude, em contrapartida, se fechou e apertou a marcação, o que dificultou o Santos finalizar próximo da pequena área. O Alvinegro tocou muitas bolas de lado, sem conseguir infiltrar na defesa. Os visitantes buscavam aproveitar as oportunidades de contra-ataque, mas também não levou perigo.

Apenas na reta final o Santos mostrou um lampejo e teve sua primeira chance clara em roubada de bola de Luiz Felipe. O zagueiro encontrou Kaio Jorge, que cabeceou fraco e errou. Vale dizer que Luan.

Para deixar a equipe mais ofensiva, Diniz sacou Luiz Felipe para dar espaço a Marcos Leonardo. Alison foi recuado para a zaga e Marcos Guilherme atuou como terceiro homem do meio-campo. No mesmo momento o Alvinegro se mostrou mais dinâmico e rápido. Mas durou pouco tempo.

O Peixe continuou tendo dificuldade para furar a defesa do Juventude. Os visitantes seguiram com marcação alta, pressionando a saída de bola e fechados, apenas esperando o contra-ataque.

Sem grandes emoções, o Peixe diminuiu o ritmo e voltou a rodar a bola em busca de brechas, mas nada fez. Diferentemente de jogos anteriores, o time mal arriscou chutes de longe.

Insistiu na aproximação da pequena área. Enquanto isso, o Juventude anulou o Santos de Diniz e administrou o empate.

Com o resultado o Alvinegro vai a nono na tabela, com quatro pontos. O Juventude está em 13º, com dois pontos.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir