Cidadeverde.com
Esporte

STJD julga na quinta pedido do Flamengo por pausa no Brasileiro

Imprimir

O STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) marcou para quinta-feira (17) a sessão que irá julgar o pedido do Flamengo pela paralisação do Campeonato Brasileiro durante a realização da Copa América. O julgamento será transmitido ao vivo e começará às 10h.

O Flamengo, que teve de seus cinco jogadores convocados para o torneio de seleções, ingressou com medida inominada, mas não teve a liminar deferida por Otávio Noronha, presidente do órgão. Agora, a matéria vai ao Pleno, última instância do tribunal.

À reportagem, Rodrigo Dunshee de Abranches, vice-presidente jurídico do clube, disse que a medida se baseia no princípio de isonomia e igualdade da competição.

Ao longo da Copa América, Isla, Arrascaeta, Everton Ribeiro e Gabriel Barbosa irão desfalcar o Flamengo, por nove rodadas. Piris da Motta, que retornaria de empréstimo, também foi convocado.

"Na Copa América de 2019, a própria CBF suspendeu o Brasileiro. Agora, não suspende. Ela própria reconheceu a fragilidade ao adiar jogo do Flamengo no Brasileiro deste ano. É um retrocesso inexplicável. Procuramos a CBF, mas estamos há nove dias sem respostas", disse Dunshee.

O dirigente acrescentou que a perda do quarteto fere o equilíbrio da competição e se baseou no RGC (Regulamento Geral das Competições) para sustentar sua tese: "Pode um time sem quatro atletas disputar contra times completos? Isso não guarda respeito ao regulamento".

Além do Flamengo, outros seis clubes da Série A tiveram atletas convocados para a Copa América: Atlético-MG, Corinthians, Grêmio, Internacional, Palmeiras e São Paulo. Na Série B, o Cruzeiro também foi desfalcado pelo torneio sul-americano.

LEO BURLÁ
RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) 

Imprimir