Cidadeverde.com
Cidades

Prefeitura 'fecha cidade' para conter avanço da Covid no interior do estado

Imprimir
  • sao_joao8.JPG Vigilância Sanitaria/Prefeitura São João da Canabrava
  • sao_joao7.jpg Vigilância Sanitaria/Prefeitura São João da Canabrava
  • sao_joao6.JPG Vigilância Sanitaria/Prefeitura São João da Canabrava
  • sao_joao5.JPG Vigilância Sanitaria/Prefeitura São João da Canabrava
  • sao_joao4.JPG Vigilância Sanitaria/Prefeitura São João da Canabrava
  • sao_joao3.JPG Vigilância Sanitaria/Prefeitura São João da Canabrava
  • sao_joao2.JPG Vigilância Sanitaria/Prefeitura São João da Canabrava
  • sao_joao1.JPG Vigilância Sanitaria/Prefeitura São João da Canabrava
A Prefeitura de São João da Canabrava “fechou a cidade” e decidiu prorrogar por mais uma semana as medidas mais restritivas de isolamento social diante do aumento do número de casos. Somente na segunda-feira (14), 18 moradores testaram positivo para o novo coronavírus. Está suspensa, inclusive, a entrada de vans e demais veículos de circulação intermunicipal. Até os serviços considerados essenciais foram limitados na cidade. 
 
A cidade possui, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), uma população de 4.445 pessoas. O festejo do padroeiro da cidade, São João Batista, que iria começar nesta terça-feira (15), também foi suspenso. São João da Canabrava possui apenas Unidade Básica de Saúde. O hospital de referência para os casos mais graves é em Picos, distante uns 40 km.
 
A cidade, desde o início da pandemia, registra 395 casos confirmados pra Covid e sete mortes pela doença.
 
“O número de casos nessas primeiras semanas de junho chamou muito a atenção.  Nós fizemos foi fechar mesmo todo o município. Só alguns serviços sociais funcionam. Ontem, dois supermercados foram fechados por causa de funcionários positivos. Do dia 02 de junho até ontem (14) foram 84 casos. Foi ‘fechada a cidade’, suspensa a circulação de vans intermunicipal e até entrada de carros de fora”, disse o coordenador da Vigilância Sanitária do Município, Jonnes Barros.  O Cidadeverde.com apurou que nesta terça-feira (15) mais 10 pessoas já testaram positivo para Covid. 
 
O coordenador atribui o aumento do número de casos ao relaxamento das medidas preventivas por parte dos próprios moradores. A Vigilância Sanitária constatou no mês de maio muitas aglomerações e festas particulares, principalmente em chácaras e sítios. 
 
“O que vale mais nesse momento é a vida. A população agora está em pânico. No final de maio muita gente relaxou. As pessoas cansaram do vírus, mas o vírus não cansou. O vírus só quer uma oportunidade. Muita gente aglomerou mesmo com a nossa fiscalização. Intensivamos a fiscalização, aumentamos o número de pessoas na fiscalização, mas precisamos da colaboração e da educação do povo. O povo precisa ficar do nosso lado”, conta o coordenador, ressaltando que a Prefeitura Municipal reforça as campanhas de conscientização.  
 
DECRETO
 
O decreto Nº016/2021, da Prefeitura Municipal de São João da Canabrava, determina o “lockdown total, com o fechamento de todas as atividades essenciais e não essenciais, do dia 14 ao dia 20 de junho de 2021, salvo alguns serviços que poderão funcionar em formato delivery. O decreto é assinado pelo prefeito municipal Elson Silva de Sousa. 

 Haverá toque de recolher das 23h às 5h, de segunda a quinta-feira, ressalvados casos emergenciais. Quem descumprir o decreto poderá ser multado.  

 
Confira: 
 
Art. 1° - Fica determinado LOCKDOWN TOTAL, com o fechamento de todas as atividades essenciais e não essenciais em todo o território do município de São João da Canabrava, do dia 14 ao dia 20 de junho de 2021, salvo: 
 
I- As atividades essenciais (farmácias, supermercados, mercearias e hortifrutas, apenas), funcionarão em regime de delivery, devendo os donos dos estabelecimentos elegerem um ou dois funcionários para realizarem a entrega de produtos, no período de 06:00hrs da manhã às 18hrs da noite, nos termos do caput deste artigo; 
II- Os demais serviços considerados essenciais deverão permanecer fechados (padarias, lanchonetes, pontos de açaí e similares, borracharias, oficinas mecânicas, açougues, lotéricas, correspondentes bancários); 
III- Os postos e pontos de fornecimento de combustíveis permanecerão abertos, devendo respeitar, impreterivelmente, todas as normas determinadas pelas autoridades de saúde, com distanciamento social e o uso obrigatório de máscara, tanto de funcionários como de usuários; 
IV- Suspensão do transporte alternativo de passageiros no período estabelecido neste artigo; 
V- Toque de recolher a partir das 18:00hrs às 05:00hrs da manhã, de sexta à domingo.

 

VEJA DECRETO NA ÍNTEGRA


Carlienne Carpaso
[email protected] 

Imprimir