Cidadeverde.com
Política

Prefeito diz que falta de recursos chegou a comprometer pagamento de salários

Imprimir

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa (MDB), admitiu nesta segunda-feira (21) que o município está numa situação financeira difícil para arcar com despesas, inclusive o pagamento de servidores. O gestor reclama justamente de repasses do governo federal e estadual na área de saúde que não estariam sendo feitos em sua totalidade. Hoje, o assunto foi discutido com o secretário de saúde do estado, Florentino Neto.

“Estamos gastando 43,58% da receita líquida com saúde. Em torno de 3 vezes mais. Isso é inaceitável. Tem uma falha do governo federal, mas também do governo estadual. Por isso eu trouxe esse desejo de conversar com o governo estadual”, disse em entrevista à TV Cidade Verde.

De acordo com o prefeito, só o governo federal deve R$ 117 milhões a Teresina. “As tratativas não estavam sendo muito de harmonia. Vamos dá continuidade nessas conversações na quarta-feira. De repasse do governo estadual em torno de R$ 17 milhões nesse quadrimestre. Do governo federal são R$ 177 milhões. Estamos numa situação difícil, inclusive para honrar a responsabilidade com os trabalhadores de um modo geral”, afirmou.

“A situação chegou até de comprometer o pagamento dos funcionários. Onde é que estão os gargalos? No governo federal e governo estadual”, declarou.

Foto: Roberta Aline

Problema com João Henrique

Durante a entrevista, o prefeito admitiu que teve um problema com o secretário de planejamento, João Henrique, ao ponto de achar que ele queria mandar na gestão municipal.

“Logo no início da administração eu tive um pequeno problema de comunicação com ele e eu pedi desculpa. Um cidadão como João Henrique cabe em qualquer lugar da República. Eu achava que ele queria mandar na prefeitura. Teve esse negócio, mas que já foi superado”, afirmou.

Hérlon Moraes
[email protected]

Imprimir