Cidadeverde.com
Esporte

Vasco não joga bem, mas vence o Confiança e se reabilita na Série B do Brasileiro

Imprimir

Parece que o Vasco, aos poucos, vai entendendo a filosofia que o técnico Marcelo Cabo aplica para o Campeonato Brasileiro da Série B. Mesmo sem jogar bem, venceu o Confiança por 1 a 0, neste sábado, no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro, pela nona rodada. 

Foto - Rafael Ribeiro - Vasco

O time não jogou bonito e sofreu na marcação, mas se reabilitou da derrota para o Goiás (1 a 0), mesmo com cinco baixas.

Com 13 pontos, o Vasco agora fica mais perto do G4 - a zona de acesso. Não sentiu as ausências dos volantes Bruno Gomes e Juninho, do meia Galarza e dos atacantes Léo Jabá e Morato.

De outro lado, o Confiança completou três rodadas sem vencer, continua com oito pontos e mais próximo da zona de rebaixamento

O Vasco começou se impondo e achou o gol no começo, aos 13 minutos, em uma troca de passe dentro da grande área do Confiança. De Germán Cano para Marquinhos Gabriel, que deu um toque de leve para MT chutar cruzado de pé esquerdo.

Passado o efeito do gol, o Confiança passou a ter mais posse de bola e depois se arriscou no ataque.

Como em um chute de longe de Daniel Penha, que o goleiro Vanderlei defendeu em dois tempos Aos 34 minutos, o time visitante reclamou de um pênalti quando Zeca pisou no pé de Álvaro, mas o árbitro sinalizou ter visto o lance e que o atacante tropeçou.

O time vascaíno tinha dificuldades na marcação. Com mais finalizações, o Confiança ainda teve uma chance preciosa nos acréscimos. Gustavo Ramos desviou o cruzamento de cabeça e na segunda trave quase que Hernane Brocador completou de carrinho. A bola saiu do lado da trave esquerda.

Na volta do segundo tempo, o Vasco voltou com Figueiredo no lugar de Michel e tentou acertar a marcação no meio de campo, mais bem posicionado. O Confiança passou a ter dificuldade para trocar passes e não mais chutou ao gol defendido por Vanderlei.

A mexida de Marcelo Cabo deu mais consistência e a bola começou a chegar em Cano na frente. O argentino perdeu uma chance incrível aos sete minutos, quando na marca do pênalti tentou bater de virada, mas chutou por baixo e a bola subiu por cima do travessão.

Fora isso, não houve nada mais de importante, dentro do que entende Marcelo Cabo para a Série B, onde o que vale é a vitória, mesmo se for por 1 a 0 e sem um bom futebol. Mas o time vai ter que melhorar nas próximas rodadas se quiser sonhar com o acesso.

Pela 10.ª rodada, o Vasco vai enfrentar o Sampaio Corrêa, na próxima sexta-feira, de novo no estádio de São Januário. O Confiança vai pegar o Avaí, no estádio da Ressacada, em Florianópolis, no próximo dia 13.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir