Cidadeverde.com
Esporte

Hulk faz dois e Atlético-MG vence Corinthians de virada na Neo Química Arena

Imprimir

O Corinthians continua enfrentando dificuldades nos jogos em casa. A equipe perdeu de virada para o Atlético Mineiro por 2 a 1, com dois gols do atacante Hulk, na Neo Química Arena, neste sábado.

Foto: Pedro Souza / Clube Atlético Mineiro

Com a derrota, o time continua estacionado no meio da tabela e adia os planos de reação do técnico Sylvinho. Os mineiros se aproximam da ponta.

O Atlético chegou aos 25 pontos e igualou a pontuação do líder Palmeiras, mas tem desvantagem nos critérios de desempate e ocupa o segundo lugar da tabela - o rival paulista ainda jogará neste domingo. Já o Corinthians tem 14 pontos e figura no 12º posto.

Quando a partida estava empatada por 1 a 1, Jô perdeu duas chances claras no fim do jogo, uma delas acertando a trave. Jogando em casa, o Corinthians perdeu para Atlético-GO e Red Bull Bragantino e empatou com São Paulo e Internacional. A única vitória foi conquistada diante do Sport.

O Corinthians não conseguiu se impor diante de uma equipe que estava mais preocupada com o desgaste físico. O técnico Cuca montou uma equipe alternativa, sem Nacho Fernández e Savarino, pensando no duelo com o Boca Juniors, pela Copa Libertadores. 

A intenção era poupar algumas peças para o jogo de volta das oitavas de final. Após empatar fora de casa, os mineiros decidem seu futuro na próxima terça-feira, quando recebem o Boca Juniors

O fato de a primeira finalização da partida ter ocorrido apenas aos 23 minutos - um chute fraco de Nathan para defesa fácil de Cássio - ilustra como a partida teve um início amarrado. O Corinthians escalou três volantes (Cantillo, Gabriel e Roni) para conter a criatividade dos mineiros. Funcionou. Por outro lado, o Corinthians reduziu seu poder ofensivo.

O sistema defensivo funcionou tão bem que o Corinthians conseguiu a vantagem no placar graças a uma roubada de bola de Cantillo. O colombiano interrompeu uma saída de bola e fez belo lançamento para Mosquito, que avançou e tocou na saída do goleiro. 

Depois de se tornar a grande opção ofensiva da equipe, com assistências e pênaltis sofridos, o atacante Mosquito conseguiu marcar seu primeiro gol no Campeonato Brasileiro.

A saída que Cuca encontrou para incomodar mais o adversário foi dar amplitude para seus ataques, dando espaço para os laterais Dodô e Mariano. Mesmo fora de casa, o time de Cuca ficava mais tempo com a bola, mas era pouco efetivo. 

Nos primeiros 15 minutos do segundo tempo, o time mineiro foi mais efetivo do que em todo o primeiro tempo. Cássio conseguiu salvar duas chances claras, aos 8, com cabeçada de Zaracho e chute cruzado de Sasha

Sem conseguir sair do campo de defesa, o Corinthians se tornou uma presa fácil para um time dinâmico e inspirado. Em cobrança perfeita de falta, Hulk conseguiu o empate e encerrou jejum de 10 jogos sem marcar. No final da partida, ele definiu a virada com um chute cruzado.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir