Cidadeverde.com
Geral

Comerciantes do Mercado do Peixe reclamam da falta de estrutura do local

Imprimir

Permissionários do Mercado do Peixe Manoel de Sousa Aguiar, localizado no bairro Poti Velho, zona norte de Teresina, reclamam da falta de estrutura do local para a comercialização dos alimentos. O prédio foi inaugurado em dezembro de 2017 e teve o investimento de R$ 360 mil da Prefeitura Municipal.

O local conta com 20 boxes que no momento estão todos fechados. Devido ao abandono, a estrutura começou a se deteriorar com problemas no teto e banheiros sem condições de uso.

Segundo o comerciante Cícero Gomes, que junto a outros permissionários realizam suas vendas no lado de fora do mercado, explica que esses problemas impedem a utilização do prédio.  

“Por conta disso é inadequado para gente trabalhar, não tem infraestrutura para gente, tudo abandonado, o forro caindo, quebrando, se a gente ficar de baixo é capaz de ter um acidente, dentro a gente também não vendia devido a clientela não ter um local inadequado para encostar”, esclarece o permissionário.

A Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD Norte), esclarece que deve analisar um novo projeto e fazer adaptações no mercado para a retomada dos permissionários.

“Agora a gente está analisando a possibilidade de fazer uma readaptação no local para que eles [permissionários] possam adentrar. Como eles mesmo falam, eles querem que sejam mais vistos, mais visíveis.  Vamos analisar novamente um projeto, tentar ver como criar um acesso [ao local]”, ressalta a assessora técnica da SAAD Norte, Patrícia Santos.   

Rebeca Lima
redaçã[email protected]

Imprimir