Cidadeverde.com
Esporte

Brasil desencanta no handebol masculino contra a Argentina e sonha com a vaga

Imprimir

A seleção brasileira masculina de handebol está viva nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Depois de perder os três primeiros compromissos, desencantou ao eliminar a rival Argentina, com 25 a 23, nesta quinta-feira, no Yoyogi National Gtmnasium, e depende apenas de uma vitória sobre a Alemanha, no sábado, para se garantir nas quartas de final.

Foto - Miriam Jeske/COB

Foi um final de jogo tenso. Depois de abrir enorme vantagem, de 22 a 10, e fazer um primeiro tempo impecável, os brasileiros repetiram as partidas anteriores, nas quais caíram bastante de produção no segundo tempo, sucumbindo diante de Noruega, Espanha e França.

Após ir para o intervalo com 14 a 7 em show do goleiro Ferrugem, o Brasil ainda ampliou a vantagem ao alcançar 12 gols de vantagem com 22 a 10 no começo do segundo tempo. Restavam menos de 20 minutos e a seleção parecia segura no clássico sul-americano. Do nada, sofreu um "apagão" em grandes dimensões

Jogando a vida, os argentinos se recuperaram e começaram a diminuir a vantagem em ritmo alucinante. Enfileirando gols - foram 10 seguidos - o placar foi reduzido para um 22 a 20 preocupante ao Brasil. O ânimo de um lado contrastava com o desespero do outro.

Ainda restavam oito minutos quando, enfim, os brasileiros quebraram a sequência dos adversários, com Petrus aproveitando o gol vazio. Logo a seguir, novo gol da Argentina e início dos erros de ambos os lados. O nervosismo era evidente de ambos os lados.

Com a cabeça no lugar, os brasileiros não deixaram a vantagem jamais diminuir de dois gols e fecharam a primeira vitória com gol de Vinícius. Neste sábado, às 7h30 (de Brasília), o Brasil faz um mata-mata antecipado com os alemães. Quem ganhar garante a última vaga.

Fonte: Estadão Conteúdo

 

Imprimir