Cidadeverde.com
Últimas

Presidente do River cita problemas internos e dívidas: “Não é tudo isso”

Imprimir

Ítalo Rodrigues é o novo presidente o River Atlético Clube. Aclamado no começo dessa semana o gestor vai poder começar a trabalhar agora e tem pela frente muitos desafios, pois encontra o clube em situação complicada – muitas dividas trabalhistas, se recuperando de um Campeonato Piauiense ruim e do ‘racha’ dentro da diretoria. Apesar disso, presidente Ítalo fala em processo de reconstrução e que o momento é de recrutar aquelas pessoas apaixonadas pelo clube. 

O Galo Carijó está trabalhando neste momento diretamente com as categorias de base, pois tem time disputando o Campeonato Piauiense sub20 e o time sub17 irá disputar a Copa do Brasil da categoria. Ainda essa temporada a equipe profissional precisará ser remontada e atualmente o time não tem nenhuma peça, pois o time foi desmanchado após encerrar o Campeonato Piauiense competição que nas ultimas rodadas o Galo Carijó lutou contra o rebaixamento. 

A equipe tem vaga na Pré-Copa do Nordeste competição que ainda não tem data para acontecer mais que este ano será mais longa, pois será necessário passar por três mata-mata até garantir vaga na fase de grupos e o River garantiu vaga através do ranking da CBF, pois é o 2° melhor ranqueado pelo estado do Piauí. Atras do Altos, atual campeão Estadual.

Foto: Jackson/Ascom River 

Novo presidente do River - Ítalo Rodrigues

Como recebe o clube?

“Nesse processo de transição eu quero receber o clube e receber tudo que o clube tem e deixou de ter e vou procurar saber também que destino foi dado a algumas salas, alguns terrenos e demais patrimônios que pertencem ao clube e seus associados, pois precisamos sim deixar o River grande em sua estrutura, torcedores e principalmente com sua diretoria”, declarou o presidente do Galo.

8 meses sem diretoria

“Foram oito meses em que houve uma intervenção, mas não houve gestão. Vamos ficar a par de todos os processos trabalhistas que ocorreram a única coisa que me passaram até agora é que não é tudo isso que estão dizendo dessa dividas, que ao que parece ficaram pendentes 15 dias trabalhados desse último Campeonato Piauiense, porém vamos herdar problemas que vem de gestões anteriores do ex-presidente Genivaldo, que volto a frisar fez uma excelente gestão e que se errou, errou tentando acertar” 
acrescentou Ítalo Rodrigues. 

Crise

“É muito fácil a gente cobrar e a gente criticar, mas nenhum desses que estavam lá brigando e impedindo o clube de avançar procurou ajudar ou saber o clube precisava nesse período do campeonato (Piauiense) para ficar ativo e nós estávamos lá, mesmo sem poder assumir estávamos sem a caneta, mas acompanhando para manter o time firme para não ser rebaixado”, disse. 

 

 


Pâmella Maranhão 
[email protected]

Imprimir