Cidadeverde.com
Cidades

Suspeito de matar técnica em enfermagem se entrega à polícia

Imprimir

Atualizada às 10h20

O suspeito de matar a técnica em enfermagem Mirthes Francisca Rego Rocha se entrengou à polícia na manhã desta segunda-feira (09). A informação foi confirmada ao Cidadeverde.com pela delegada Roberta Leitão, titular da delegacia de Itaueira, que confirmou que o garimpeiro e empresário Marcílio Gabriel Sousa Rocha, ex-marido da vítima, se apresentou espontaneamente.

A delegada cumpriu o mandado de prisão preventiva que já havia sido deferido pela justiça. Após prestar depoimento, o suspeito deve ser encaminhado ao sistema prisional. 

"No dia de hoje, por volta das 9h30, Marcílio, que é ex-esposo da vítima, se apresentou em delegacia de polícia civil da região onde foi recolhido, porque já havia mandado de prisão preventiva expedido pela justiça, e será encaminhado ao sistema penitenciário piauiense, onde responderá preso pelo bárbaro crime que cometeu", informou a delegada. 

Ainda de acordo com as investigações, a morte de Mirthes Francisca foi presenciada pelo filho. "Pelo apurado, verificou-se que Marcílio Gabriel adentrou na residência do pai da vítima, onde a vítima se encontrava na cozinha e lá chegando ele efetuou disparos contra ela na frente do filho que os dois têm em comum e, logo em seguida, empreendeu fuga. A vítima foi socorrida ainda com vida pelo SAMU, mas chegando no hospital de Floriano, em razão da gravidade dos ferimentos, não resistiu e veio a óbito", destacou a delegada. 

 

 

 

Foto: Redes sociais 

 

Matéria original 

A Polícia Civil continua as buscas pelo suspeito de matar a tiros a técnica em enfermagem Mirthes Francisca Rego Rocha, na última sexta-feira, no município de Itaueira, distante cerca de 350 km ao sul de Teresina. Marcílio Gabriel Sousa Rocha é ex-marido da vítima e está foragido desde o dia do feminicídio. 

Segundo a Polícia, a técnica em enfermagem foi morta dentro da casa em que morava. As investigações apontam que, no dia do crime, o suspeito foi até o local pedindo para conversar com ela, mas acabou sacando uma arma e efetuando os disparos. 

A mulher chegou  a ser  socorrida e levada para o Hospital Tibério Nunes, em Floriano, mas não resistiu aos ferimentos. 

O feminicídio gerou repercussão em Itaueira e cidades vizinhas, onde a técnica de enfermagem atuava. Autoridades também se manifestaram cobrando apuração rápida para o caso. 

O Conselho Regional de Enfermagem emitiu nota de pesar: 

O Conselho Regional de Enfermagem do Piauí (Coren-PI) manifesta seu profundo pesar pelo falecimento da Técnica de Enfermagem Mirthes Francisca Rêgo Lopes da Silva.

Mirthes Francisca prestou serviços para o SAMU de Itaueira-PI e foi vítima de possível feminicídio na manhã da última sexta-feira, 6 de agosto. O Coren-PI reforça o seu repúdio à violência, em todas as suas formas, contra a mulher.

Neste momento de dor, expressamos as mais sinceras condolências à família, aos amigos e aos colegas de profissão por essa perda imensurável.

Agradecemos pela dedicação e contribuição da profissional para o desenvolvimento da Enfermagem no Piauí.


Natanael Souza
[email protected] 

Imprimir