Cidadeverde.com
Entretenimento

Kelly Clarkson já gastou mais de R$ 6 milhões em processo de divórcio

Imprimir

Foto: Crédito: Simon Plestenjak/Folhapress

A cantora e apresentadora Kelly Clarkson, 39, já gastou o equivalente a mais de R$ 6 milhões no processo de divórcio com o ex-marido, o empresário americano Brandon Blackstock, 44 . Ela foi condenada a pagar uma pensão de R$ 1 milhão a ele.

Segundo o Radar Online, por conta dos honorários de advogados e dos valores já pagos, o montante desembolsado até aqui é de US$ 1.187,525.

Ambos foram casados de 2013 a 2020. Na Califórnia, nos Estados Unidos, o cônjuge de maior renda deve pagar um maior valor ao outro pela metade do tempo em que ficaram juntos, e essa pessoa mais abastada sempre foi Clarkson. De acordo com o Blast, Clarkson ganha por mês o equivalente a mais de R$ 8 milhões.

Ambos têm dois filhos, River Rose, 7, e Remington Alexander, 5. Os documentos do processo apontam que Brandon teve de mudar de vida por conta do divórcio e se tornou um fazendeiro em tempo integral.

O fim da relação se deu por "diferenças irreconciliáveis". O noivado do casal aconteceu após apenas dez meses de namoro, em dezembro de 2012, e a cerimônia ocorreu em uma fazenda do Tennessee no dia 20 de outubro de 2013.

Kelly já chegou a dizer que seu casamento com o empresário era como "um conto de fada". Brandon virou tema de algumas músicas dela como "Piece By Piece".

A revelação de que o enlace havia chegado ao fim foi dado por ela mesmo durante seu talk show no canal NBC, em setembro de 2020. "Como você provavelmente sabe, 2020 trouxe muitas mudanças também para minha vida pessoal. Definitivamente, não vi nada do que aconteceu, mas o que estou lidando é difícil, envolve mais do que apenas meu coração, envolve muitos pequenos corações", comentou à época.

A guerra entre a cantora e apresentadora e seu ex-marido, porém, parece estar longe do fim. No final de 2020, Clarkson entrou com um processo legal na Comissão do Trabalho da Califórnia alegando que o ex fraudou suas contas enquanto ele trabalhava como seu gerente pessoal.

De acordo com o site TMZ, Kelly diz que Brandon não tinha permissão legal para operar como agente de talentos porque nunca obteve uma licença. Ela pedia toda a fortuna que teria perdido, ao longo de 13 anos, de volta.

Ao site, o advogado do empresário, porém, disse que Kelly tinha sua própria agência de talentos e que embora a empresa de Starstruck fornecesse serviços de gestão de talentos em seu nome, o fazia sempre com aval da empresa de Kelly.

 

Fonte: Folhapress

Imprimir