Cidadeverde.com
Cidades

Projeto E+ Luzes na Cidade investe R$ 5 milhões em eficiência energética para municípios piauienses

Imprimir

Foto: Equatorial

O projeto da Equatorial Piauí, E+ Luzes na Cidade, implantado em 2020, segue em fase avançada. Objetivando melhorias na eficientização da iluminação pública de diversos municípios, a Equatorial através de chamada pública selecionou diversos municípios piauienses para serem contemplados com projetos de a modernização da iluminação pública de ruas e praças através da troca de mais de 4.364 luminárias obsoletas por novas luminárias de LED. Os investimentos fazem parte do Programa de Eficiência Energética da Equatorial Piauí (PEE/ANEEL) e são superiores a R$ 5 milhões, os pontos onde serão trocadas as novas luminárias foram definidos, a partir de Diagnóstico Energético, e receberão tecnologia de LED para garantir a maior eficiência com o menor consumo de energia.

Os municípios de São Félix do Piauí (54 pontos), Porto Alegre do Piauí (200 pontos), Guadalupe (564 pontos), Marcos Parente (148 pontos), Antônio Almeida (168 pontos), Parnaíba (1796 pontos), Landri Sales (177 pontos), Piripiri (200 pontos) e Socorro do Piauí (242 pontos) já estão com 100% de suas implantações. Na capital Teresina, segue em andamento e já trocou 650 pontos de iluminação dos 1498 previstos. Os municípios de Nova Santa Rita, Curralinhos e Luzilândia tem previsão para iniciar agora em agosto

‘’Projetos como estes permitem a mudança efetiva da iluminação pública em diversos pontos da cidade, garantindo uma maior economia para as prefeituras, espaços mais iluminados para a população praticar esportes e diversificar o lazer diário em parques ou praças próximo de suas casas. Além disso, a economia do projeto permite que haja diminuição dos gastos das prefeituras em virtude da diminuição do consumo de energia e das manutenções, utilizando a diferença do que seria gasto em outras obras com benefícios sociais para a população’’, reforça o Líder de Operações de Eficiência Energética, Edmilson Santos.

Ação sustentável

De acordo com a Área de Eficiência Energética da Equatorial Piauí, estima-se que com a implantação destas lâmpadas de LED na iluminação pública, a economia geral dos municípios chegará ao número de mais de 6 mil MWh/ano de energia economizada por ano, sendo o equivalente de energia suficiente para 01 dia de consumo normal da capital Teresina.  Além disso, todo o projeto gerará uma captura de aproximadamente 318.000 Ton CO2/ano que equivale aproximadamente a compensação de plantação de 879 árvores por ano.

Sobre responsabilidade de iluminação pública
A Equatorial reforça que a responsabilidade pela prestação do serviço de iluminação pública é da prefeitura municipal de cada município, sendo isso estabelecido no art. 30, inciso V da Constituição Federal. Sobre os valores cobrados, cada município estabelece um percentual e, vale lembrar que, quanto maior for o seu consumo, maior pode ser esse percentual. A Câmara Municipal de cada município é quem aprova a lei que define os valores a serem cobrados na conta de energia e todo mês a Equatorial repassa este valor para a prefeitura, para que ela faça a manutenção e a instalação de novos pontos para iluminar sua cidade. Por isso, para falar sobre iluminação pública, procure a prefeitura e os contatos institucionais.

Da Redação
[email protected]

Imprimir