Cidadeverde.com
Esporte

Cruzeiro vence Náutico nos Aflitos e segue invicto com Vanderlei Luxemburgo

Imprimir

Em ascensão com Vanderlei Luxemburgo, o Cruzeiro chegou ao sexto jogo sem derrota, quatro com o treinador, ao derrotar o Náutico pelo placar de 1 a 0, na noite desta terça-feira, no estádio dos Aflitos, no Recife, pela 19ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Foto: Tiago Caldas / Náutico

Ao mesmo tempo que ganha posições preciosas na tabela, deixa o adversário em queda livre.

O resultado deixou o Cruzeiro com 21 pontos, conquistando uma "gordurinha" na briga contra o rebaixamento. No segundo turno, o time celeste poderá tentar alçar voos maiores. Já o Náutico conheceu a quinta derrota seguida e continuou com 30, fora do G-4.

Com quase um time de desfalques, Vanderlei Luxemburgo apostou na volta de Marcelo Moreno à equipe titular. A aposta foi na bola área do boliviano, que teve uma única chance de abrir o placar. Aos 11 minutos, ele recebeu de Rômulo e mandou por cima do gol defendido por Jefferson.

Apesar do Náutico marcar firme, o Cruzeiro encontrou alguns espaços, principalmente quando Dudu buscava alguma jogada de mais habilidade.

Ele invadiu a área e cruzou para Bruno José, que acertou um belo voleio, sem direção. O time pernambucano respondeu com Vinícius, que tirou tinta da trave de Fábio.

O primeiro tempo, no entanto, foi equilibrado, até mesmo em cima do ímpeto dos dois treinadores. Vanderlei Luxemburgo e Hélio dos Anjos gritavam e gesticulavam muito. O treinador do Náutico chegou a cair no gramado e deu um susto. No entanto, ficou apenas com uma dor no ombro.

O segundo tempo foi ainda mais movimentado com chances para os dois lados. Dudu, teve logo de cara, duas oportunidades, mas quem realmente assustou foi o Náutico. 

Camutanga apareceu como elemento surpresa dentro da área e exigiu grande defesa do goleiro Fábio, que salvou o Cruzeiro de sair atrás do placar. A dupla protagonizou um novo duelo logo na sequência, com o arqueiro celeste novamente se destacando.

Com o jogo aberto, o Cruzeiro mexeu e Luxemburgo colocou Rafael Sóbis e Marcelo Moreno lado a lado, usando um esquema muito similar daqueles que o consagraram no passado. Hélio dos Anjos respondeu a cada alteração do adversário, como se fosse um duelo de xadrez.

E as peças de Luxemburgo deram mais resultado. O treinador colocou Thiago no jogo. Em sua primeira jogada, o atacante aproveitou a sobra do goleiro Jefferson, após cobrança de falta de Eduardo Brock, para colocar a bola no fundo das redes.

O arqueiro do Náutico acabou falhando ao largar uma bola defensável.

Nos minutos finais, o Náutico foi para a pressão de forma desorganizada. O Cruzeiro segurou e conseguiu confirmar três pontos importantes na Série B, sob gritos de seus jogadores pedindo o fim da partida a todo o minuto.

Na próxima rodada, o Cruzeiro enfrenta o Confiança, na sexta-feira, às 21h30, no Mineirão, em Belo Horizonte (MG). Na terça, às 21h30, o Náutico visita o CSA, às 21h30, no Rei Pelé, em Maceió (AL).

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir