Cidadeverde.com
Últimas

Secretaria lança aplicativo para compra na agricultura familiar

Imprimir

Foto:Ascom/SAF

A Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF) lança, nesta quinta-feira (19), o aplicativo do projeto Quitanda Virtual. A iniciativa consiste na venda de produtos da agricultura familiar por meio de um aplicativo de celular. O objetivo é gerar renda para os agricultores e agricultoras familiares e estimular a alimentação saudável pela população piauiense.

O lançamento será realizado, a partir das 9h, no auditório da SAF, localizado na R. João Cabral, 2319 – Centro (Sul). O evento também contará com uma sala virtual para que os agricultores e agricultoras familiares possam participar do evento de forma virtual e de qualquer lugar do Piauí.

Segundo a secretária de Estado da Agricultura Familiar, Patrícia Vasconcelos, a Quitanda Virtual surgiu para favorecer a comercialização dos produtos da agricultura familiar, gerar renda para as famílias do Piauí e minimizar os efeitos da pandemia. “Desde o início do projeto, em setembro de 2020, já foram realizadas 23 edições da Quitanda Virtual, que beneficiaram diretamente 249 famílias de agricultores e agricultoras familiares em seis municípios do Estado. As vendas estavam sendo feitas via redes sociais e, a partir de agora, contarão com mais uma ferramenta que é o aplicativo. É uma nova estratégia de comercialização que favorece o contato com os clientes, que fazem a encomenda prévia e a retirada das cestas em formato de drive-thru, respeitando os protocolos de saúde por conta da pandemia da Covid-19”, explica a gestora.

A superintendente da Agricultura Familiar, Liz Meireles, conta que o aplicativo da Quitanda Virtual já está disponível para download nas principais lojas de aplicativos. “Todos os grupos produtivos do Piauí poderão fazer o cadastro para comercializar seus produtos. No aplicativo é possível conferir os produtos disponíveis, os valores e também acertar sobre a entrega das cestas. É um aplicativo de fácil uso, que traz inovação e facilidade na comercialização. Esperamos que todos divulguem a ferramenta e façam bom proveito”, finaliza.


Da Redação
[email protected]

Imprimir