Cidadeverde.com
Economia

Especialista explica mudanças de regras em transações via PIX

Imprimir

 

Para barrar a ação de golpistas e aumentar a segurança nas transações, o Banco Central anunciou novas regras para o PIX. Entre as mudanças está a limitação para transferências no horário noturno, além disso os pedidos de aumento de limite precisarão ser analisados pelas instituições financeiras. 

O advogado, Helldânio Barros, presidente da comissão de Informática da OAB-PI, explica que as novas regras também criam mecanismos capazes de identificar contas utilizadas comumente para a realização de fraudes e golpes. 

“Outra mudança é o chamado diretório de informações de contas transacionais, que é um registro de contas suspeitas de estarem sendo utilizadas para fraudes. Com a consulta a esse diretório, as instituições financeiras podem reter essa transação entre 30 e 60 minutos para fazer uma verificação”, destacou.

Apesar das novas regras, o advogado faz um alerta para a importância de estar atento na hora de realizar transações via pix. 

“Não vai evitar que os usuários caiam em golpes. O que pode acontecer é desincentivar os fraudadores e conseguir valores muito altos, mas com certeza os golpes continuarão. As pessoas tem que ficar muito atentas”, alertou. 

 

 


Natanael Souza
[email protected] 

Imprimir