Cidadeverde.com
Esporte

Cristiano Ronaldo bate recorde e faz gol, mas Manchester United perde na estreia

Imprimir

Em seu segundo jogo após o seu retorno ao Manchester United, o atacante português Cristiano Ronaldo marcou gol, bateu recorde e até socorreu uma mulher que trabalhava como fiscal ao lado do gramado, mas não conseguiu levar o Manchester United à vitória sobre o Young Boys, nesta terça-feira, em Berna, na Suíça, pela partida de estreia da Liga dos Campeões da Europa. Foi bem pior. 

Pelo Grupo F, os suíços derrotaram os ingleses por 2 a 1 com um gol no último lance.

Cristiano Ronaldo atingiu mais uma marca histórica. Com o apito inicial, o craque igualou o ex-goleiro espanhol Iker Casillas como o atleta com maior número de partidas de Liga dos Campeões, com 181 jogos disputados.

Ambos possuem quatro partidas da fase classificatória, portanto são 177 confrontos para cada a partir da fase de grupos da competição.

O português não se destaca apenas pelos gols e recordes neste retorno ao Manchester United. Minutos antes da estreia, Cristiano Ronaldo socorreu uma mulher que trabalhava como fiscal ao lado do gramado e foi atingida por uma bola no aquecimento.

Em campo, o Manchester United começou melhor e aos 12 minutos abriu o placar. Em uma jogada pela esquerda com Bruno Fernandes, o cruzamento de trivela foi na medida para Cristiano Ronaldo. 

Quase no limite da linha de impedimento, o português apareceu sozinho nas costas da zaga e bateu para o gol de primeira. O goleiro Von Ballmoos ainda tentou a defesa, mas não conseguiu.

Na sequência, Cristiano Ronaldo teve outra grande chance, mas desta vez o goleiro do Young Boys conseguiu fazer a defesa.

O problema para os ingleses é que, aos 35 minutos, o lateral-direito Wan-Bissaka foi expulso por entrada violenta e isso permitiu que os suíços dominassem as ações da partida a partir daí.

Na segunda etapa, a pressão do Young Boys foi grande e o empate saiu aos 20 minutos. Elia recebeu sozinho na direita e fez o cruzamento. A bola passou na primeira trave por Hefti, mas chegou para o atacante Ngamaleu completar na pequena área.

Já sem Cristiano Ronaldo em campo - foi substituído aos 26 minutos -, o Manchester United continuou sendo pressionado e o castigo veio aos 49, com direito a uma entregada da zaga. 

Matic tentou sair jogando com Lingard, que errou o passe ao tentar fazer um recuo e entregou a bola no pé de Siebatcheu. Ele saiu cara a cara com o goleiro espanhol De Gea e bateu colocado, estufando as redes.

NA ESPANHA - Pelo Grupo G, que ainda tem Lille (França) e Wolfsburg (Alemanha), o Sevilla tropeçou em sua estreia na Liga dos Campeões. Em casa, no estádio Ramón Sánchez Pizjuán, o time de Sevilha ficou no empate por 1 a 1 com o Red Bull Salzburg, da Áustria.

No primeiro tempo, o clube visitante precisou de dois pênaltis para abrir o placar. Aos 13 minutos, Karim Adeyemi desperdiçou a sua cobrança.

Aos 37, porém, Luka Sucic marcou para o Red Bull Salzburg. Só que, para azar dos austríacos, o Sevilla conseguiu o empate ainda antes do intervalo, aos 43, com o meia croata Ivan Rakitic.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir