Cidadeverde.com
Geral

Meteorologista explica ventania registrada durante chuva em Teresina

Imprimir

 

Um temporal com forte ventania surpreendeu os teresinenses na tarde desta quarta-feira (15). O vento chegou a derrubar árvores, postes e até mesmo telhados sobre ruas e avenidas da capital e da vizinha cidade de Timon (MA). 

A meteorologista da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Sônia Feitosa, destaca que diversos fatores podem explicar o fenômeno registrado ontem na região, entre eles a soma de condições que contribuíram para a formação do temporal. 

“A gente diz que em setembro e outubro não chove, mas, efetivamente, dentro da climatologia, todos os meses chove. Pouco ou quase nada, mas chove. Nessa época, o que prevalece é o tempo seco e temperaturas elevadas. A temperatura conjugada com condições de umidade, são dois fatores primordiais na convecção e formação de chuvas. E foi o que aconteceu. Depois de um dia quente, temperaturas bem elevadas, e com a penetração de um pouco de umidade, houve essa convecção e chuvas. Outra característica de chuvas nesse período são exatamente as tempestades, ventos mais fortes, devido ao contraste de temperatura”, explicou. 

Sônia Feitosa ressaltou ainda que os sistemas de monitoramento apontaram ventos de até 45 km/h durante o temporal de ontem. Apesar disso, ela diz que a velocidade em alguns pontos da cidade pode ter sido ainda maior. 

“Provavelmente, pelos estragos acontecidos na região sudeste, pode ter sido maior. Ressaltando que ventos também dependem da orografia do terreno, da elevação, da construção”, afirmou. 

 

Natanael Souza
[email protected] 

Imprimir