Cidadeverde.com
Geral

Com aquisição de 500 mil doses da Coronavac, Piauí vai priorizar uso da Pfizer em jovens

Imprimir

Mesmo sem receber vacinas para iniciar a imunização de adolescentes de 12 a 17 anos sem comorbidades, o Piauí vai seguir com o calendário programado. Para isso, fará uma compensação de vacinas. Com a aquisição de 500 mil doses da Coronavac, o estado vai poder destinar a vacina da Pfizer prioritariamente aos jovens. 

“Na próxima semana, o governador estará no Butantan para receber as 500 mil doses que virão para o Piauí. Nós vamos utilizar as doses da Pfizer que recebermos, da nossa reserva técnica, para priorizar esse público (jovens de 12 a 17) e vamos utilizar a outra vacina para atender os demais públicos. Desta forma é que nós estamos decididos a enfrentar essa logística”, anunciou nesta sexta-feira, o secretário de saúde, Florentino Neto.

De acordo com o secretário, serão vacinados prioritariamente os jovens que possuem comorbidades, em seguida será a vez dos adolescentes que não pertencem a nenhum grupo de risco.

“Vamos começar com os grupos prioritários. Dos 17 chegando aos 12 das crianças e adolescentes com deficiência permanente. Depois aqueles com comorbidades, depois virão as adolescentes gestantes e puérperas e depois as crianças e adolescentes que estão internadas em abrigos de ressocialização”, explica o gestor, ressaltando que, logo após concluir este público, os municípios estão autorizados para vacinar os demais.

“Após essa prioridade, os municípios estão autorizados pela Secretaria Estadual de Saúde, pelo Fórum dos Governadores, a vacinar todo o público, sempre regredindo dos 17 até chegar aos 12 anos. Isso é em conformidade com o Fórum dos Governadores e baseado na ciência e na OMS”, declarou.

Foto: Roberta Aline/cidadeverde.com

Nesta sexta, o Comitê Científico de Combate ao Coronavirus do Consórcio Nordeste divulgou nota orientando estados e municípios a não interromperem a vacinação de adolescentes contra a covid-19, mesmo diante da recomendação contrária do Ministério da Saúde.

“É um direito dos jovens ser vacinados. Estamos aqui no Piauí fazendo esse gesto, mesmo não tendo recebido vacina exclusiva direcionada para este público, já estamos distribuindo, tirando da nossa reserva técnica, pois entendemos que os jovens, essas crianças, têm o direito de receber mais rapidamente essa vacina”, afirma Florentino.

Ainda de acordo com o secretário, a orientação aos pais é de que eles sigam o calendário de vacina do seu município. Atualmente, 57 cidades do Piauí já estão vacinando jovens de 12 a 17 anos.

“Nós estamos vacinando já. São 57 municípios que já terminaram a vacinação do grupo de 18 anos com a 1ª dose e que já começaram a vacinar o público de 12 a 17 anos. Nós fizemos todas as contas para que a gente não tomasse medidas que efetivamente não pudessem ser operacionalizadas, além disso nós estamos comprando vacina. Peço que os pais atendam o chamamento e obedeçam ao calendário de seu município”, finalizou.

Hérlon Moraes
[email protected]

Imprimir