Cidadeverde.com
Últimas

Piauí anuncia dia D da vacinação antirrábica de cães e gatos

Imprimir

Foto: Divulgação/Semcom

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) anunciou nesta quinta-feira (23), o início da campanha anual de vacinação antirrábica no Piauí. O dia D foi marcado para 25 de setembro e 02 de outubro. De acordo com a Sesapi, o estado pretende vacinar mais de 750 mil cães e gatos.  

Segundo a coordenação de imunização da Secretaria, o Piauí já recebeu mais de 200 mil doses para iniciar a vacinação desses animais. No Piauí, a previsão é de vacinar 502.275 cães e 226.785 gatos.

“Devido à vacinação da Covid-19, os municípios estão com os seus freezers sobrecarregados, e as demais doses chegarão no decorrer dos próximos dias, por isso o Ministério da Saúde resolveu dividir o Dia D da vacinação antirrábica em duas datas, porém fica a cargo de cada município a mobilização”, explica o gerente de Vigilância Ambiental da Sesapi, Antônio de Sá.

A raiva é uma doença infecciosa aguda transmitida por meio da mordida, arranhadura ou lambidas de animais contaminados. Trata-se de uma zoonose – doença que pode ser transmitida do animal para o homem. O vírus se concentra em maior quantidade na saliva, sangue e secreções dos animais acometidos pela doença.

O animal contaminado mostra reações da doença entre 10 e 60 dias. Os sintomas da raiva no animal são: excitação, agressividade, medo, depressão, ansiedade e demência. A morte do animal acontece entre cinco e sete dias após a apresentação dos sintomas. Além de cães e gatos, podem transmitir a doença bois, vacas, coelhos e morcegos também.

Já nos seres humanos o vírus é quase 100% letal, uma vez que a doença atinge o sistema nervoso central da pessoa infectada, ocasionando uma encefalite (inflamação no cérebro que causa inchaço) o que pode levar a óbito em poucos dias.

A pessoa que for exposta ao vírus deve lavar o ferimento imediatamente com água e sabão e procurar o posto de saúde o mais breve possível para tomar o soro, a vacina não tem contraindicação.

Rebeca Lima com informações da Sesapi 
redaçã[email protected]

Imprimir