Cidadeverde.com
Esporte

Renato Gaúcho celebra apoio da torcida do Fla a Isla: 'Foi a melhor manifestação'

Imprimir

O Flamengo venceu o Barcelona-EQU por 2 a 0, na quarta-feira, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, e abriu vantagem nas semifinais da Copa Libertadores. Para este confronto, Isla foi o titular, mesmo após manifestações dos torcedores nas redes sociais. 

No entanto, a torcida presente "abraçou" o lateral-direito chileno e a atitude foi celebrada por Renato Gaúcho.

O técnico fez questão de parabenizar os torcedores pelo apoio ao jogador, que vem passando por um momento difícil. Recentemente, em meio à críticas nas redes sociais, Isla deletou todas as imagens referentes ao Flamengo em seu perfil, além de ter postado um desabafo.

"Sem dúvida (o apoio da torcida é importante). Ele tem todo o apoio do presidente, da diretoria, da comissão técnica, do grupo de jogadores e, pode ter certeza, de quase toda a torcida. Redes sociais são um problema. 

Às vezes você recebe uma crítica e nem sabe de onde vem, nem sabe se vem da torcida do Flamengo. A melhor resposta foi dada hoje (quarta-feira). Está de parabéns a torcida no Maracanã, gritando o nome dele, incentivando. 

É um jogador de grupo, se entrega nos treinamentos, nas partidas, é querido. Faz parte do grupo, vem nos ajudando, e venho repetir, parabéns à torcida, foi a melhor manifestação", disse Renato Gaúcho.

Um dos destaques do time em campo foi Andreas Pereira. O meia iniciou o confronto como segundo volante, mas depois foi colocado mais à frente, atuando ao lado de Thiago Maia. Ao final do duelo, Renato Gaúcho explicou o porquê da mudança na função do jogador.

"Não gosto de improvisar, sempre falo isso para vocês. Uma coisa é improvisar tendo jogadores da posição, outra coisa é você não tendo jogadores da posição. Temos o Arrascaeta, que infelizmente está entregue ao departamento medico. 

O Vitinho até ia bem na partida, mas estávamos perdendo o meio, então eu coloquei ele (Andreas) de um lado, o Thiago do outro, segurando um pouquinho o (Willian) Arão", afirmou o treinador, antes de prosseguir:

"Eu falei que não gosto de improvisar, mas falei que tem jogos e jogos. Assim como o próprio Pedro junto com o Gabigol (Gabriel). Assim como o Andreas, de vez em quando, vai ser colocado na meia

O treinador tem esse direito, tem a leitura da partida e procura fazer o melhor para a equipe... São jogadores com características, que sabem jogar em mais de uma posição, e isso ajuda bastante o treinador", concluiu.

Com Andreas Pereira e Isla à disposição, o Flamengo volta a campo neste domingo para enfrentar o América-MG, em jogo válido pela 22.ª rodada do Campeonato Brasileiro. A bola vai rolar no estádio Independência, em Belo Horizonte, às 11 horas.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir