Cidadeverde.com
Esporte

Na volta da torcida, Botafogo bate o Sampaio Corrêa e vira vice-líder da Série B

Imprimir

O Botafogo confirmou a boa fase como mandante - o melhor da Série B do Campeonato Brasileiro - ao derrotar o Sampaio Corrêa por 2 a 0, neste domingo, no estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro, pela 26.ª rodada. Destaque para a estreia do lateral-direito Rafael, ex-Fluminense e Manchester United.

Foto - Vitor Silva - Botafogo

Com o resultado, o Botafogo assumiu a vice-liderança com 47 pontos, contra 52 do Coritiba. Goiás, com 45, e CRB, com 44, fecham o G4. Já o Sampaio Corrêa, que jogou boa parte do duelo com um homem a menos, ficou em 10.º lugar, com 36.

De olho na vice-liderança, o Botafogo optou por não se expor no segundo tempo, jogou a bola nos pés do Sampaio Corrêa e procurou os espaços para ameaçar o adversário.

Apesar de ter a posse, o time maranhense pouco conseguiu ameaçar o goleiro Diego Loureiro, que se recuperou de atuação desastrosa diante do CSA.

Sob a batuta de Chay, o Botafogo foi se soltando e conseguiu chegar ao gol aos 42 minutos. Na cobrança de falta do meia, Rafael Navarro apareceu no meio da defesa para, de cabeça, fazer 1 a 0. O atacante, que fez seu jogo de número 50 pelo clube alvinegro, marcou seu 11.º gol.

A situação do Sampaio Corrêa ficou ainda pior. Antes do término do primeiro tempo, Joécio deu uma entrada dura em Rafael Navarro e acabou expulso. Com um jogador a menos, o time maranhense se fechou para não levar um resultado ainda pior para o intervalo.

O segundo tempo foi de amplo domínio do Botafogo, com destaque para a estreia do lateral-direito Rafael. O ex-atleta do Manchester United afirmou em diversas oportunidades estar realizando um sonho de criança, ainda não foi muito participativo, mas conseguiu ter a primeira sensação de vestir a camisa alvinegra ao lado da torcida.

E a sorte estava com Rafael. Logo após entrar na partida, o Botafogo chegou ao segundo gol. Aos 33 minutos, Luis Oyama fez bela jogada e tentou cruzar. A bola desviou na defesa do Sampaio Corrêa e superou o goleiro Mota: 2 a 0.

E o placar poderia ser ainda mais elástico. O Botafogo foi para a pressão e acabou desperdiçando uma chance atrás da outra. Na melhor delas, Rafael Navarro deixou Diego Gonçalves na cara do gol.

Ele mandou caprichosamente na trave. Batido e esgotado, o Sampaio Corrêa não teve forças para evitar a derrota.

Na próxima rodada, o Botafogo enfrenta o Vitória nesta quarta-feira, às 21h30, no estádio Barradão, em Salvador. Na quinta, às 21h30, o Sampaio Corrêa recebe o Remo, no estádio Castelão, em São Luis.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir