Cidadeverde.com
Política

Ministro inaugura escada com 60 metros no Baixão da Pedra Furada

Imprimir

Fotos: Joaquim Neto

O Baixão da Pedra Furada, localizado no Parque Nacional da Serra da Capivara, ganhou mais um atrativo turístico. O local ganhou uma escada com 60 metros e 114 degraus, que dá acesso à vista panorâmica do Alto da Chapada do Circuito Caldeirão dos Rodrigues. A inauguração aconteceu nesta terça-feira (19) com a presença do ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite.

A escada garantirá mais acessibilidade, comodidade e segurança aos visitantes interessados em contemplar o circuito do alto. Além da escadaria, o Parque recebeu melhorias na área de uso público, com novos banheiros, revitalização de guaritas e do poço que abastece a unidade. São 900 metros, com vazão de mais de 18 mil litros e com a capacidade de abastecer todo o parque proporcionando uma melhor experiência e conforto aos visitantes. As melhorias são frutos de emenda do ex-deputado federal Paes Landim.

“Estamos aqui direto do Piauí, inaugurando uma trilha na Serra da Capivara. Esse movimento traz uma preocupação com a caatinga, do Ministério do Meio Ambiente, trazendo mais visitantes para este parque, parque que é um símbolo da região”, disse.

A visita contou com a presença do presidente substituto do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Marcos de Castro Simanovic, e parlamentares da região, como Margarete Coelho (Progressistas). 

Parque Nacional da Serra da Capivara

Com paisagens de uma beleza natural e pontos de observação privilegiados, o Parque Nacional da Serra da Capivara tem importante papel na preservação da Caatinga e no desenvolvimento do turismo cultural e ecológico, além de ser uma alternativa de desenvolvimento sustentável para a região. 

O Parque registra a maior concentração de sítios arqueológicos atualmente conhecida nas Américas, nos quais se destacam os contextos de pinturas e gravuras rupestres, que permitem identificar informações sobre os modos de vida dos primeiros povos que habitaram a região, desde o Pleistoceno Tardio.

Da Redação
[email protected]

Imprimir