Cidadeverde.com
Esporte

Com gol aos 54 minutos, Flamengo busca empate com Athletico-PR na Copa do Brasil

Imprimir

Em jogo eletrizante e com gol de Pedro aos 54 minutos do segundo tempo, Athletico-PR e Flamengo empataram por 2 a 2, na noite desta quarta-feira, na Arena da Baixada, em Curitiba, pelo confronto de ida da semifinal da Copa do Brasil 2021. 

Foto - Alexandre Vidal - Flamengo

Os times voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, novamente às 21h30, desta vez no Maracanã, no Rio. Para avançar à final é preciso vencer. Se houver outro empate por qualquer placar, a vaga vai ser definida nas cobranças de pênaltis.

Quem se classificar deste confronto enfrentará provavelmente o Atlético-MG na final da Copa do Brasil. Isso porque os mineiros venceram o confronto de ida com o Fortaleza, por 4 a 0, e conquistaram excelente vantagem para o confronto no Nordeste. 

O campeão da Copa do Brasil garante premiação de R$ 56 milhões e vaga direta na fase de grupos da Copa Libertadores de 2022.

O Athletico-PR surpreendeu ao iniciar a partida pressionando o Flamengo, mas não conseguiu manter o ritmo por muito tempo e viu os cariocas em poucos minutos terem maior posse de bola e consequentemente o controle da partida.

Aos 14 minutos, Andreas Pereira cobrou falta, Léo Pereira desviou e Gabriel finalizou. A bola desviou em Thiago Heleno e caiu nos pés de Thiago Maia, que chutou na saída do goleiro Santos. Um lance difícil que foi revisado e confirmado pelo VAR

Com a vantagem no placar, o Flamengo se expôs menos e seguiu trocando passes até encontrar um espaço na defesa dos paranaenses. Mas viu o rival crescer na reta final do primeiro tempo e quase empatar.

Aos 39, após escanteio da esquerda, Erick subiu mais que a marcação e cabeceou para boa defesa do goleiro Diego Alves.

Assim como na reta final do primeiro tempo, o Athletico-PR voltou do intervalo com postura ofensiva e empatou logo aos dois minutos.

Após cobrança de escanteio, Pedro Henrique ganhou de Léo Pereira pelo alto e testou forte, sem chances de defesa para Diego Alves. Foi o primeiro gol sofrido pelo time carioca na competição.

O empate deixou a partida ainda mais movimentada e com chances dos dois lados. O Flamengo tentou sempre na velocidade dos seus homens de beirada, como aos dez minutos, quando Michael partiu para cima da marcação, cortou para a perna direita e finalizou ao lado da trave direita.

O Athletico-PR tinha como ponto forte as bolas aéreas. Aos 25 minutos, Abner Vinicius cruzou da esquerda e Renato Kayzer cabeceou no canto de Diego Alves. Mais uma bola pelo alto em que Léo Pereira, do Flamengo, ficou em desvantagem.

Na frente do placar pela primeira vez, o mandante se fechou na defesa e conviveu com a pressão do Flamengo na reta final do segundo tempo.

A igualdade veio no último minuto de jogo, quando Lucas Fasson cometeu pênalti em Rodrigo Caio. Pedro cobrou no meio e deixou tudo igual, aos 54 minutos, dando números finais ao confronto.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir