Cidadeverde.com
Política

Câmara pede posicionamento da Justiça sobre motoristas e cobradores

Imprimir

Foto: roberta Aline/ Cidade Verde

A Câmara Municipal de Teresina aprovou um requerimento nesta quarta-feira (27) para que a Procuradoria da Justiça do Trabalho envie informações sobre o dissídio coletivo do transporte público referente aos anos de 2019, 2020 e janeiro de 2021.

O autor do requerimento, o vereador Dudu Borges (PT), relembrou a crise trabalhista entre empresas, motoristas e cobradores que já estava em curso e que se intensificou por conta da pandemia de covid a partir de março de 2020.

O vereador citou pontos apurados pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) e cobrou um posicionamento da procuradoria da Justiça do Trabalho. 

“A Prefeitura fez um acordo para destinar 20% para questões trabalhistas e eles continuam descumprindo. Não existe contrato de motorista ganhando por diária, existiu o descumprimento do decreto federal do ano passado, onde o governo federal pagou 70% e os empresários não pagaram nada. E a Justiça do Trabalho não se manifestou em nada”, frisou.


Paula Sampaio
[email protected]

Imprimir