Cidadeverde.com
Últimas

Handebol do Piauí busca título nos Jogos Escolares e vaga no Sul-Americano da categoria

Imprimir

Fotos: Roberta Aline/Cidadeverde.com


 
Após dois anos parados essa categoria infantil com os atletas de 12 a 14 anos retornam as quadras. Essa possibilidade é graças a mais uma edição dos Jogos Escolares Brasileiros, que iniciam nesta sexta-feira (29) no Rio de Janeiro e o Piauí tem grandes expectativas de pódio, principalmente no handebol masculino com os atletas comandados por Giuliano Ramos. A estreia nas quadras cariocas será somente no domingo (31), já que os piauienses são cabeças de chave.

“Estamos falando de uma categoria com meninos novos, verdes, inexperientes e que nunca viajaram sequer de avião por exemplo. Eu estou acreditando muito nessa equipe, muitos meninos bons que apesar da pouca idade tem maturidade para trabalhar a bola, mas tem esse peso da pressão da competição, nervosismo, porem estou trabalhando e confiante que consigamos ficar entre os três melhores dessa competição ou quem sabe primeiro, ganhar e ir para o Sul-Americano”, brincou o técnico Giuliano Ramos. 

Técnico Giuliano Ramos

Essa categoria foi uma das que sofreu bastante com a perda de atletas devido a pandemia. O técnico piauiense até frisa uma certa dificuldade em conseguir fechar o elenco que iria viajar, e que até por isso a importância de retorno dos Jogos Escolares ao calendário é gigantesca. “A pandemia deu uma parada em todos os sentidos, desde quantidade até qualidade de atleta”, explicou. 

O técnico frisa que essa categoria em especifico a competição em si é um primeiro momento de conhecer o que é competir e viver o alto rendimento. Tudo é bastante novo e o nível de pressão é diferente, mas o Piauí chega como favorito e vai tentar ao máximo fazer valer isso dentro de quadra. Além do handebol masculino, o estado também terá representante no naipe feminino, com o técnico Erivelton e elas estreiam no sábado (30). 

Outras modalidades coletivas que o Piauí terá representantes é o vôlei, vôlei de praia e futsal masculino. O estado terá representantes também em modalidades individuais – atletismo, judô, ciclismo, xadrez, luta olímpica, badminton, karatê, taewkondo, natação e tênis de mesa. 

 

Pâmella Maranhão
[email protected]

Imprimir