Cidadeverde.com
Esporte

Tite resgata Coutinho, mas deixa Vinicius Junior de fora: 'São grandes jogadores'

Imprimir

A lista de convocados por Tite para os dois últimos jogos das Eliminatórias teve duas grandes surpresas: uma delas, o retorno de Philippe Coutinho, que ainda busca se reafirmar no Barcelona; a outra, a ausência de Vinicius Junior, que faz ótima temporada no Real Madrid. 

A presença de um e a ausência do outro foram comentadas pelo treinador, que mereceram a mesma definição de Tite: a de serem grandes jogadores.

Sobre o retorno de Philippe Coutinho, o treinador pontuou que se deveu muito ao fato de a lista desta vez não contar com jogadores que atuam no Brasil - a exceção foi o goleiro gremista Gabriel Chapecó, que tem sido reserva no time gaúcho e que foi convocado após acordo prévio com o Grêmio.

"Procuramos ter uma série de atletas, no momento são cerca de 50 atletas (convocados). Ficam prejudicadas a convocação de atletas que atuam em clubes brasileiros. O Couto é um meia articulador. Everton Ribeiro seria o convocado", afirmou Tite. "(Coutinho) É um grande jogador, retomando o seu padrão".

O meia do Barcelona ficou afastado dos gramados por um bom tempo se recuperando de lesão, mas segundo a comissão técnica já tem minutagem suficiente para atuar no nível que se espera na seleção.

Por trás da convocação de Philippe Coutinho também está o desejo de Tite e da comissão técnica em ter mais opções de jogadores no setor de criação - peça que o técnico se referiu às vésperas da Copa do Mundo da Rússia, em 2018, como o "ritmista".

O treinador ressaltou que um jogador com essa característica depende muito da concepção de jogo. Citou Neymar e Roberto Firmino no ataque, além de Lucas Paquetá; Philippe Coutinho, Claudinho e Everton Ribeiro no meio de campo mais ofensivo; e Gerson, Arthur, Fred, Edenilson e Bruno Guimarães como volantes, entre outros jogadores que têm recebido menos chances.

No ataque, porém, o nome de Vinicius Junior dessa vez não foi lembrado. O atacante do Real Madrid, aliás, costuma receber poucas chances quando é chamado. "É um grande jogador, com potencial de crescimento impressionante, num grande momento no clube. Que concorre naqueles atletas, digamos assim, atacantes agressivos. Agudo, o ponta que vai para dentro", comentou Tite.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir