Cidadeverde.com
Esporte

Vitória perde, fica na zona de degola e CSA encosta no G4 da Série B

Imprimir

Com um ataque ruim, que só marcou 23 gols em 33 jogos, o Vitória vai seguindo o caminho da Série B em 2022. Nesta terça-feira à tarde, mesmo atuando no Barradão, em Salvador (BA), perdeu para o CSA por 1 a 0. Esta foi a sua 13ª derrota.

Foto: Pietro Carpi/ECV

Os baianos ainda tiveram a chance de empatar, quando Roberto teve um pênalti, mas o goleiro Thiago Rodrigues fez a defesa.

Sem marcar gol, o Vitória é o time com menor número de vitórias na competição. São seis no total. Com 33 pontos, a queda parece bem próxima. De outro lado, o CSA atingiu os 51 pontos e ficou bem perto do G4 zona de acesso.

Sob forte calor, o jogo começou cadenciado. O Vitória tentando segurar mais a bola, diante de um CSA bem posicionado na defesa e armado para tentar um contra-ataque.

O visitante chegou com perigo aos 16 minutos, num giro de Dellatorre e que o goleiro Lucas Arcanjo espalmou para escanteio. O Vitória respondeu com um cabeceio de David que foi defendido por Thiago Rodrigues.

O maior volume baiano não era transformado em finalizações. O CSA tinha mais qualidade quando descia, tentando preparar as jogadas para o último chute. O gol saiu aos 32 minutos. Éverton Silva desceu pelo lado direito e levantou na área, onde Iury Castilho subiu entre dois zagueiros e desviou de cabeça para as redes.

O Vitória impôs um ritmo mais forte no começo do segundo tempo. E perdeu uma grande chance de empatar quando Roberto bateu um pênalti, mas sem força, permitindo a defesa de Thiago Rodrigues que caiu do lado esquerdo. O lance do pênalti surgiu no toque no braço de Kevyn ao seis minutos.

O CSA continuava esperando o contra-ataque. Aos 17 minutos, acertou a trave com chute cruzado de Éverton Silva. Mas ele deixou seu time na mão ao ser imprudente e dar uma cotovelada em Roberto numa disputa de bola, sendo expulso aos 21 minutos.

Mas o CSA soube se reorganizar com um jogador a menos, superando bem a pressão baiana. Aos 35 minutos, quase ampliou. Giva Silva fez jogada diagonal e bateu rasteiro, com a bola tocou numa trave e correndo perto da linha para sair do outro lado. A pressão final baiana não deu nada, com a torcida vaiando muito ao término do jogo.

Pela 34ª rodada, os dois times já voltam a campo na sexta-feira. O Vitória vai enfrentar o Avaí, em Florianópolis (SC), às 19 horas. Um pouco mais cedo, às 17 horas, o CSA vai receber o Remo no estádio Rei Pelé.

Fonte: Estadão Conteúdo

 

Imprimir