Cidadeverde.com
Últimas

Democrata Eric Adams é eleito prefeito de Nova York

Imprimir

 

 

 

O democrata Eric Adams, um ex-capitão da polícia nova-iorquina, que fez da luta contra o racismo uma máxima em sua carreira, se tornou nesta terça-feira, 2, o novo prefeito de Nova York. Esta é a segunda vez que um homem negro vence as eleições na maior cidade dos Estados Unidos. David Dinkins, que comandou a cidade entre 1990 e 1993, foi o primeiro.

Adams, que assumirá o cargo em 1º de janeiro, sucedendo o impopular Bill de Blasio, terá que enfrentar as consequências econômicas da pandemia de covid-19, que atingiu duramente a cidade, assim como a insegurança, principal preocupação de parte do eleitorado, que confia nele por sua vasta experiência de 22 anos na polícia.

O ex-policial derrotou o republicano Curtis Sliwa, de 67 anos. Empolgado após votar no Brooklyn, onde nasceu em uma família pobre, Adams disse que esta eleição é uma espécie de vingança daquele "garotinho" que flertou com o crime e a exclusão social, como acontece com muitos nova-iorquinos de baixa renda.

Eric Adams, que venceu as primárias de seu partido com forte apoio dos eleitores da classe média, da comunidade negra e do movimento operário, prometeu reduzir as desigualdades que prevalecem no templo do capitalismo.

Insegurança e desigualdades

A insegurança é a principal preocupação de parte do eleitorado, que espera que os 22 anos que Adams passou na polícia de Nova York sejam uma vantagem. Ao contrário de De Blasio, Adams tem cortejado líderes empresariais, que, segundo ele, devem desempenhar um papel importante na recuperação econômica da cidade, duramente atingida pela pandemia que deixou mais de 34 mil mortos em Nova York.

Adams se apresenta como um líder determinado, defensor das classes média e popular, e leva a bandeira da luta contra a discriminação racial.

Do gabinete do prefeito, Adams vai comandar a maior força policial dos Estados Unidos, a NYPD, com 36 mil funcionários, cuja reforma prometeu aprofundar. E administrará um orçamento de US$ 98,7 bilhões de dólares para o ano fiscal de 2021-2022, o maior de um município dos Estados Unidos.

Eleição na Virgínia

O republicano Glenn Youngkin foi eleito governador da Virgínia na terça-feira, encerrando uma longa tradição de vitórias de democratas no Estado americano. Ex-executivo de private equity e político novato de 54 anos, Youngkin derrotou Terry McAuliffe, um proeminente democrata que serviu como governador da Virgínia entre 2014 e 2018. Com agências internacionais.

 

Fonte: Estadão Conteúdo
 

Imprimir