Cidadeverde.com
Política

Merlong: PEC dá cheque em branco ao presidente na véspera da eleição

Imprimir

Voto contrário à PEC dos Precatórios, aprovada em 1º turno na Câmara Federal, o deputado federal Merlong Solano (PT) afirmou nesta quinta-feira (4) que os deputados estão dando um cheque em branco para o presidente da República às vésperas da eleição.

Segundo o deputado, para expandir o número de beneficiários do Auxílio Brasil bastariam 30 bilhões de reais, no entanto, a PEC prevê ao Governo Federal até 110 bilhões de reais.

"O Auxílio Brasil veio com o fim do Bolsa Família, que já tem seu orçamento e foi votado para o ano todo. Para que se expanda de 14 milhões de pessoas para 17 milhões de pessoas, precisa de um pouco mais de dinheiro, aproximadamente 30 bilhões de reais. Mas essa PEC libera para o governo 110 bilhões de reais. A PEC não diz uma palavra de onde vai a diferença", disse em entrevista à TV Cidade Verde.

"É um cheque em branco, em véspera de eleição, para o mais irresponsável presidente da história da República brasileira", acrescentou.

Merlong frisa que a PEC em momento algum menciona a destinação de recursos para o Auxílio Brasil.

"Não aparece na PEC em nenhum momento que o dinheiro vai para o Auxílio Brasil. A PEC dá um calote nos precatórios, congelando seus valores nos níveis de 2016, reajustado apenas pela inflação. Só garante os precatórios de até 66 mil reais. Todos os demais vão ser postergados para o futuro. É uma dívida que vai ficar pra sociedade pagar", declarou.

Foto: Yala Sena

O texto obteve 312 votos contra 144. Na bancada do Piauí, 7 deputados votaram a favor. Apenas Merlong e Rejane Dias foram contra. 

Como votaram os deputados do Piauí:

SIM

  • Átila Lira
  • Fábio Abreu
  • Flávio Nogueira
  • Iracema Portella
  • Júlio César
  • Margarete
  • Marina Santos

NÃO

  • Merlong Solano
  • Rejane Dias

Ausente

  • Marco Aurélio Sampaio

Hérlon Moraes
[email protected]

Imprimir