Cidadeverde.com
Cidades

Piauiense é preso pela PF e Interpol suspeito de usar aplicativo para pornografia infantil

Imprimir

Foto: Google Maps

Um piauiense - que não teve o nome revelado - foi preso nesta quinta-feira (04) na cidade de Camocim, no Ceará, durante operação "Protection" deflagrada pela Polícia Federal Brasileira e iniciada em cooperação com a Polícia Federal Canadense, via Interpol.

Em nota, a PF informou que as investigações identificaram em Parnaíba, no litoral do Piauí, acesso a pornografia infantil através de um aplicativo canadense de mensagens.O crime que pesa contra o suspeito - que tem residência nas duas cidades-  está relacionado ao armazenamento de cenas de sexo explícito com menores de idade.

"Diligências preliminares resultaram na identificação do responsável pelo acesso, com domicílio na cidade de Camocim, local em que foi dado cumprimento a mandado de busca e apreensão expedido pelo juiz titular da Justiça Federal em Parnaíba", informou a PF. 

Oito policiais federais lotados na Delegacia de Polícia Federal em Parnaíba participaram da operação "Protection", nome que faz referência à denominação do acordo de cooperação entre as polícias internacionais com a finalidade de proteger as crianças da atuação desse tipo de criminoso, que se aproveita da ingenuidade das vítimas para realizar atrocidades.

Por se tratar de crimes que envolvem crianças, a PF não divulgou imagens ou mais detalhes da operação. 

 

Graciane Sousa
[email protected]

Imprimir