Cidadeverde.com
Esporte

City domina United no Old Trafford e vence dérbi de Manchester com tranquilidade

Imprimir

A torcida do Manchester United viveu neste sábado mais um dia de angústia no Old Trafford.

Duas semanas após ser goleado por 5 a 0 pelo Liverpool, o time voltou a jogar em seu campo, desta vez em clássico contra o Manchester City, e foi derrotado por 2 a 0, completamente dominado pelo rival na partida válida pela 11ª rodada do Campeonato Inglês.

Muito superior, a equipe comandada por Guardiola controlou a partida desde o início e até diminuiu o ritmo durante o segundo tempo, depois de fazer os dois gols ainda na etapa inicial, com a ajuda de Bailly, que marcou contra, e de uma bola colocada na rede por Bernardo Silva.

Com isso, chegou aos 23 pontos e subiu para a segunda colocação, ultrapassando o Liverpool, que joga no domingo.

O United, por sua vez, sofreu muito para criar qualquer ação no campo de ataque, tanto que acertou apenas um chute em direção ao gol durante toda a partida, em finalização de Cristiano Ronaldo.

A péssima atuação deixa o time em quinto lugar, com 17 pontos somados. Os primeiros momentos da partida já indicaram que o dia não seria bom para o United.

Uma bola cruzada por Cancelo para dentro da área dos donos da casa, ainda aos seis minutos, parou na rede após o zagueiro Bailly se atrapalhar ao tentar interceptar a jogada, inaugurando o placar para o City. 

Foi o primeiro gol contra da equipe do Old Trafford em um clássico contra o grande rival em jogos válidos pela liga nacional. Bailly, contudo, não foi único que se atrapalhou em campo.

Toda a defesa do time comandado por Solskjaer parecia estar fora de sintonia, como foi visto no segundo gol marcado pelo City, quando Cancelo cruzou mais uma vez e a bola passou por Maguire e Shaw antes de chegar aos pés de Bernardo Silva, que marcou.

O jogo só não foi para o intervalo com uma diferença maior no placar porque De Gea fez excelentes defesas, em duelos contra Gabriel Jesus e Cancelo.

Do lado do United, a melhor chance foi uma finalização de Cristiano Ronaldo que parou em Ederson. Depois disso, foram poucas as vezes em que a estrela portuguesa teve oportunidades de chutar para o gol.

A situação foi ainda pior durante o segundo tempo, encerrada sem nenhum arremate dos donos da casa, completamente dominados pelos rivais. 

As chances continuaram sendo criadas pelo City, que levou perigo mais de uma vez, sem conseguir balançar a rede, mas saiu de campo muito satisfeito com a atuação e com o resultado.

O United volta a campo no próximo dia 20 para enfrentar o Watford, pela 12ª rodada do Campeonato Inglês, no Vicarage Road. No dia seguinte, o City recebe o Everton no Etihad Stadium.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir