Cidadeverde.com
Últimas

ANTT autoriza Timon a realizar licitação de ônibus e frota poderá dobrar

Imprimir

Fotos: Ascom/Prefeitura de Timon

 

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) autorizou a Prefeitura de Timon a realizar licitação para novas linhas de ônibus, após três anos de tentativas. 

Com o novo processo, a frota de ônibus poderá dobrar na cidade. A empresa que ganhar licitação poderá gerir o sistema por até 15 anos.

O diretor do Consórcio Intermunicipal de Mobilidade Urbana (Cimu), João Batista Pontes explica que o processo licitatório será iniciado ainda este ano e aberto a empresas de todo o país.

Em Timon, atuava apenas duas empresas. A Dois Irmãos que faliu e a Timon City que atua atualmente com 15 ônibus.  

João Batista informou que a empresa Timon City explora as linhas com contrato a título precário e sendo renovado. 

“A Timon City não atende todas as linhas e o sistema está deficitário”, disse o diretor do consórcio. 

Nova empresa será chamada antes da licitação

João Batista informou ao portal Cidadeverde.com que até o final de novembro, a prefeitura está lançando um edital de chamamento público para contratar uma empresa para atuar até a licitação das novas linhas. 

A ideia é colocar uma empresa nas rotas deficitárias até a conclusão da licitação prevista para 2022.

“A população não pode esperar, será uma licença temporária para atuar em rotas e nada impede que a empresa chamada agora poderá participar do processo de licitação. Se ela é credenciada para o chamamento público, ela também poderá participar da licitação”, disse.

Dois lotes

A licitação será para dois lotes. Segundo João Batista, com a nova licitação a frota de ônibus poderá sair de 22 veículos para cerca de 45 a 50 ônibus. Ele informou ainda que a Timon City terá que aumentar a frota nos próximos meses para atender a demanda da cidade.

“Hoje, a Timon City atua com 15 ônibus, queremos que aumente para 22 ônibus”.  

Wi-fi e ar-condicionado 

O diretor do consórcio disse que o processo envolve  consulta pública, audiências públicas e o edital propriamente dito. Uma das exigências é de veículos de qualidade com wi-fi e ar-condicionado.

“Estamos fazendo alguns ajustes, por causa da pandemia, para iniciar o processo. O procedimento agora é irreversível porque a autorização foi aprovada. Só precisamos ter cuidado em seguir as normativas técnicas e a legislação vigente. Vamos iniciar o processo este ano", explica João Batista. 

Com novas empresas operando na cidade, será iniciado processo para instalação do sistema de bilhetagem eletrônica.

O Cimu é um órgão formado pelas prefeituras de Timon e Teresina. Atualmente, a prefeita Dinair Veloso está como presidente do órgão, mas o município de Teresina também tem representatividade.

 

Flash Yala Sena
[email protected]

Imprimir