Cidadeverde.com
Últimas

Mais de 12 mil eleitores escolhem novo reitor da Uespi em votação na internet

Imprimir

Fotos: Roberta Aline - Cidadeverde.com

Estudantes, professores e servidores técnico-administrativos da Universidade Estadual do Piauí (Uespi) votam, desde às 7h desta terça-feira (30), na consulta para a escolha do novo reitor da instituição de ensino. Ao todo, são 12.047 eleitores aptos a participarem do pleito, que nesse ano ocorre de forma remota por conta das restrições sanitárias em decorrência da pandemia.

“O processo de votação é bastante dinâmico. É enviado para o votante um e-mail com um id e uma senha com o qual ele vai se logar e efetivar o seu voto. Um procedimento simples, de baixo custo, adotado sobretudo em razão da pandemia. Foi a melhor solução que encontramos”, explica o professor Pedro Júnior, presidente da comissão eleitoral.

Na disputa concorrem as chapas “Uespi: Forte e Coerente”, liderada por Evandro Alberto, atual reitor da Uespi, e Jesus Abreu como vice, e a “Juntos para mudar e reconstruir a UESPI”, formada por Raimundo Dutra e Patrícia Caldas. Apesar do intenso embate entre os dois grupos durante o processo eleitoral, o colegiado organizador do pleito não registrou qualquer problema ao longo de hoje.

Foto: Ascomchapa

Raimundo Dutra e Patrícia Caldas 

“Eventualmente apenas algum aluno ou servidor que esteja com algum problema com o e-mail ou que esqueceu a senha, mas tudo é dirimido rapidamente. Temos uma comissão técnica de plantão para sanar esse tipo de dúvidas e qualquer divergência com o e-mail do eleitor”, ressalta Pedro Júnior.

O resultado

Os eleitores poderão votar até as 19h. A previsão é que o resultado preliminar seja divulgado para a comunidade acadêmica por volta das 20h. “Serão 12 horas de votação. Acreditamos que isso contemple os eleitores de todos os campus, imediatamente após o encerramento da votação se inicia o processo de apuração, que também será rápido também”, completa o presidente do colegiado.

É importante salientar que nem sempre o candidato mais votado ao término da votação é declarado  o vencedor do pleito. Isso porque, para efeitos de apuração, a comissão eleitoral considera o peso de cada tipo de voto. “O de técnico administrativo e docente tem o peso de 80%, enquanto o de discente é de 20%”, lembra Pedro Júnior.

Concluída a etapa de apuração dos votos, os candidatos tem 48 horas para impretar algum eventual recurso processo, a ser analisado pela comissão até o dia 9 de dezembro, quando será homologado o resultado final da consulta que, em seguida, será submetido para a homologação do Conselho Universitário, responsável por encaminhar a lista final ao governador Wellington Dias (PT).

Foto: Ascom/Uespi

Com o resultado a consulta em mãos, o governador terá até a segunda quinzena de janeiro de 2022 para definir o novo reitor da Uespi, podendo ou não ser o vencedor da eleição. Mesmo com essa possibilidade, o presidente da comissão eleitoral acredita que o chefe do Executivo estadual seguirá a tradição das últimos pleitos. "Pelo histórico, o primeiro colocado na consulta interna da universidade sempre foi o nomeado", pontua Pedro Júnior.

 

Flash Breno Moreno e Yala Sena
[email protected]

 

Imprimir