Cidadeverde.com
Últimas

Piauí terá produção agrícola recorde mesmo com mudança climática, prevê IBGE

Imprimir

Foto: Arquivo/Cidadeverde.com 

Chuvas mal distribuídas em várias regiões do Piauí quase atrapalham a produção agrícola do estado. No entanto, a força da agricultura piauiense é maior que os percalços e para este ano a projeção também é de recorde. Hoje (9), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou os prognósticos da produção agrícola para 2021. Segundo a instituição, o levantamento realizado em novembro aponta para um total de 5,05 milhões de toneladas, superando em 3% a produção obtida em 2020, que foi de 4,9 milhões.

Ainda de acordo com o IBGE, a expectativa era que o Piauí produzisse um total de 5,4 milhões de toneladas, porém, em razão de problemas climáticos, houve uma queda na previsão.

O supervisor da Supervisão de Pesquisas Agropecuárias do IGBE no Piauí, Flávio Cipriano, explica que as chuvas mal distribuídas no tempo ocasionaram as perdas de algumas culturas.  

“Em 2021, tivemos, no Piauí, uma pluviometria dentro da normalidade, com um bom volume de chuvas. No entanto, mal distribuídas no tempo – encerrando-se antes do período ideal para algumas culturas – e no espaço – com a região semiárida tendo algumas áreas passando por estiagens. Isto ocasionou perdas às culturas de sequeiro (dependentes de chuvas) mais tardias, as que dependiam de chuvas no mês de maio para completarem seus ciclos de desenvolvimento”, esclarece Flávio Cipriano.

Em relação a cada produção, o IBGE apontou que o Piauí deverá fechar o ano com cerca de 2,14 milhões de toneladas de milho, uma queda de 2,49% em relação ao ano anterior, que foi de 2,19 milhões de toneladas.

“O milho apresentou alguma perda devido à precocidade do fim do período chuvoso, especialmente o milho safrinha (2ª safra), plantado após a colheita da soja”, explica o supervisor Flávio Cipriano.

Para o feijão, a produção deverá encerar com 53,2 mil toneladas. Já para o arroz, o número chegará a 97,2 mil toneladas. Em relação a soja, o Piauí encerrará a produção com 2,74 milhões de toneladas.

Sobre a produção de algodão herbáceo, o estado produzirá 29,9 mil toneladas. Já a produção de fava em grão será de 680 toneladas e a produção de sorgo em grão chegará a 21,2 mil toneladas.  

O IBGE informou ainda que as informações fazem parte do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) e são obtidas por meio de reuniões que ocorrem periodicamente nos 224 municípios do Piauí e os dados coletados são homologados por entidades das áreas públicas e privadas.

Rebeca Lima (Com informações do IBGE) 
[email protected]

 

Imprimir