Cidadeverde.com
Política

Câmara começa recesso sem enviar ao Conselho de Ética caso de deputado investigado

Imprimir

Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

A Mesa Diretora da Câmara dos Deputados entrou no recesso sem ter encaminhado ao Conselho de Ética o processo que pode resultar na cassação do deputado Josimar Maranhãozinho (PL-MA), suspeito de desviar recursos da Saúde viabilizados por emendas parlamentares.

O presidente do órgão, Paulo Azi (DEMBA), tem dito que vai definir o relator quando o caso chegar em suas mãos.

A Polícia Federal flagrou Maranhãozinho manuseando uma grande quantidade de dinheiro vivo que teria origem nos desvios.

Relembre o caso

Josimar de Maranhãozinho  é investigado pela Polícia Federal sob a suspeita de ter cometido os crimes de peculato, lavagem de dinheiro e de organização criminosa. 

O parlamentar foi alvo de uma operação da Polícia Federal, que apurava  supostos desvios de emendas parlamentares destinas à Saúde no Maranhão. 

Fonte: Folhapress

Imprimir