Cidadeverde.com
Esporte

São Paulo prepara reformulação completa em seu elenco para 2022

Imprimir

O São Paulo prepara uma completa reformulação em vários setores do clube para a próxima temporada - isso inclui, claro, o departamento de futebol. Com o coordenador Muricy Ramalho e o técnico Rogério Ceni traçando os planos para 2022, o clube já começou a mexer em seu elenco. 

Foto: Fellipe Lucena/saopaulofc

Tudo para que seja evitado o estresse passado no último Campeonato Brasileiro, quando a equipe precisou lutar contra o rebaixamento até o fim do torneio

Nos últimos dias, o time acertou a contratação do experiente lateral-direito Rafinha e do goleiro Jandrei. Ele chegou sem custos de contrato ao clube, que ao término de 2022 poderá renovar seu vínculo por mais uma temporada.

Ele tem 36 anos, teve uma carreira de sucesso na Europa e em 2019 no Flamengo, mas acabou participando do rebaixamento do Grêmio à Série B.

Jandrei, de 28 anos, ele assinou contrato até 31 de dezembro de 2023, com possibilidade de renovação por mais duas temporadas., Chega para fazer sombra e disputar a posição de titular com o goleiro Tiago Volpi.

Com carta branca dada pela diretoria, Muricy e Ceni seguem trabalhando - e dispensando jogadores - sem folga. Uma limpa está em marcha no clube. Benítez, Shaylon, Rojas, Rodrigo Freitas, William, Lucas Perri, Dênis Júnior e Galeano não ficarão no Morumbi.

Além deles, mais dois jogadores deixaram a equipe nesta semana. Fora dos planos do treinador, o lateral-direito Orejuela e o zagueiro Bruno Alves foram emprestados para o Grêmio no início da semana. Vão disputar a Segundona.

Com vínculo com o São Paulo até 2024, Orejuela ainda terá 50% dos salários no período pagos pelo São Paulo. O clube gaúcho arca com a outra parte.

Bruno Alves pouco atuou sob o comando de Ceni desde sua chegada e deverá ter mais chance no Sul. Ainda assim, permanece ligado ao clube do Morumbi. O defensor tem contrato até dezembro de 2023, mas no seu caso ele será pago integralmente pelo Grêmio.

Quem pode chegar é Alisson, que também defendia o Grêmio, mas pediu para sair. Seu contrato será de três anos. O São Paulo tenta ainda se reforçar no ataque. Ter novos atletas foi a condição exigida por Ceni para ficar. 

O clube analisa uma série de nomes, entre eles o de Wesley Moraes, de 25 anos e que pertence ao Aston Villa, da Inglaterra (emprestado ao Club Brugge, da Bélgica).

Outros nomes especulados nos últimos dias foram os de Douglas Costa, com passagem apagada pelo Grêmio, e do venezuelano Soteldo, ex-Santos e atleta do Toronto FC, do Canadá, que disputa a Major League Soccer (EUA).

ARBOLEDA - Na quinta-feira, o clube anunciou a renovação de contrato do zagueiro Arboleda, que permanece no São Paulo até 2024. "É com muita alegria, muita satisfação que comunicamos a renovação desse zagueiro, que é um dos maiores atletas do futebol mundial. 

Arboleda é um símbolo de garra, vontade, dedicação, disciplina e técnica. Ele continua conosco para que o são Paulo volte a partir de 2022 a se tornar protagonista de novo", disse o presidente Julio Casares, em suas redes sociais.

ORÇAMENTO - Em reunião do Conselho Deliberativo, o São Paulo aprovou nesta semana o orçamento para 2022. A proposta da diretoria, encabeçada pelo presidente Julio Casares, teve ampla aceitação entre os 260 conselheiros, com 72,9% dos votos (159). Um terço disso, 54 (24,7%), não aprovou, com cinco abstenções (2,2%).

O orçamento estabelece metas esportivas levando em consideração o potencial de desempenho do time. A expectativa é de que o São Paulo possa alcançar pelo menos duas finais: Paulistão e Sul-Americana, único torneio internacional do ano.

No Brasileirão, o clube espera ficar na sexta colocação, conseguindo uma vaga na Libertadores de 2023. Já na Copa do Brasil, chegar às quartas de final é o objetivo.

O clube trabalha para reduzir sua dívida em R$ 108 milhões. Hoje, ela é estimada em R$ 700 milhões. O orçamento tricolor prevê ainda arrecadar R$ 142 milhões com negociações de jogadores. Vale lembrar que o orçamento é uma previsão do que pode ocorrer. 

Neste ano, o São Paulo, por exemplo, arrecadou R$ 124 milhões dos R$ 176 milhões previstos para 2021. Em relação a reforços ao time, está previsto um gasto de R$ 42 milhões na temporada.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir