Cidadeverde.com
Esporte

Futebol de base melhorou, porém falha em momentos decisivos

Imprimir

Há alguns anos o futebol de base do nosso Estado sofria goleadas em competições nacionais. Foram poucos os bons resultados. Na Copa São Paulo a única classificação para a segunda fase aconteceu em 2020, através do River Atlético Clube.

Foto - Raphael Silvestre

Na edição de 2022 da chamada Copinha havia uma boa expectativa de sucesso para River e Fluminense.

O Fluminense empatou com o ABC por 1 x 1, goleou o Jaguariúna por 4 x 0 e perdeu para o Bragantino por 1 x 0. Passaram de fase no Grupo 19 Bragantino e ABC de Natal.

O Vaqueiro Belchior ficou fora, mesmo jogando futebol para vencer.

Na campanha riverina tivemos o empate de 1 x 1 com o São José, derrota para o Corinthians por 2 x 0 e empate com o Resende por 1 x 1. A equipe piauiense fez 1 x 0 aos 21 minutos do segundo tempo, gol de Pedrinho.

Aos 28 minutos sofreu o empate, gol de Léo Pedro . Foram  classificados no Grupo 15 Corinthians e Resende.

Olhando o andamento dos jogos pela TV deu para constatar que River e Fluminense exibiram um bom futebol e poderiam  somar mais pontos.

Ficou claro o crescimento técnico dos dois representantes piauienses. Bons jogadores estiveram em ação com as camisas dos dois tricolores.

O Fluminense empatou com o Atlético Mineiro, mesmo jogando em Belo Horizonte e até perdeu um pênalti no tempo normal de jogo. No desempate por pênaltis, perdeu a classificação.Foi no começo da temporada.

Na Copa do Nordeste Sub-20 o Fluminense realizou uma campanha invicta e foi decidir o título em Salvador. Aí perdeu para o Vitória por 1 x 0, gol marcado aos 47 minutos do segundo tempo.

O que está havendo? Nossos times jogam um bom futebol; equilibram as partidas com os adversários e acabam derrotados. Consideramos que dois aspectos chamam a atenção: muitos erros nos passes e nas finalizações.  

Melhoramos bastante no critério futebol coletivo. Em outras jornada o ponto mais negativo era o individualismo, com cada jogador querendo aparecer mais do que o outro, visando conseguir uma transferência de clube. O plano tático de jogo está aparecendo.

Que os nossos clubes levem em frente o trabalho que está sendo desenvolvido, com a necessária correção dos defeitos exibidos em momentos decisivos. E que aproveitem a garotada nas equipes profissionais.

Dídimo de Castro
[email protected]

Imprimir