Cidadeverde.com
Política

Zé Nito entrega Saad Sudeste e MDB pode desembarcar da Prefeitura

Imprimir

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com 

Atualizada às 12h24

O prefeito Dr. Pessoa (MDB) informou nesta quinta-feira (13) que o superintendente da Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD) Sudeste, vereador Zé Nito, o procurou para entregar o cargo.  

O parlamentar licenciado é o primeiro nome do MDB que pode deixar o secretariado após o estremecimento da relação entre o prefeito e o presidente da Assembleia Legislativa, Themistocles Filho (MDB). 

A possível saída também é uma reação de emedebistas à aproximação do prefeito com o grupo da oposição, liderado pelo Ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira (Progressistas), evidenciada após a agenda de Dr. Pessoa em Brasília na última terça-feira

O prefeito narrou que a conversa com Zé Nito foi emocionante. Ele avalia que a decisão de entregar o cargo passa por uma interferência do presidente Alepi e diz que ainda não está definido se a exoneração, de fato, acontecerá. 

“Fiquei com pena do meu grande amigo José Nito, foi uma determinação do patrão dele, do presidente da Assembleia, mandando ele entregar, é uma boa pessoa em todos os sentidos, focado, mas o patrão dele mandou ele entregar o cargo, ainda não tomei decisão, mas ele foi lá para entregar o cargo, com muita pena. Ele quase chorou e eu também”, disse. 

Outros nomes ligados ao MDB também podem entregar os cargos no secretariado do Palácio da Cidade nos próximos dias, entre eles o superintendente de Desenvolvimento Rural, Ricardo Monteiro, a superintendente de Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD) Norte, Ana Paula Santana, e o presidente da Prodater, Jobson Filho. 

A declaração do prefeito foi dada durante uma visita a uma Unidade Básica de Saúde (UBS) no bairro Jacinta Andrade, zona Norte de Teresina.

No meio político tem-se comentando se a situação respingará nos demais gestores.Procurado pela reportagem, Ricardo Monteiro pontuou que segue à disposição do prefeito e que, inclusive, terá uma reunião administrativa com Dr. Pessoa ainda nesta quinta (13). 

“É o prefeito quem bota e tira. Se ele achar que já não estamos fazendo um trabalho [bom] ele pode exonerar e no dia seguinte colocar outro. Sigo a disposição do prefeito”, declarou.

Já Zé Nito e Jobson Filho não responderam as ligações e mensagens enviadas pelo Cidadeverde.com. 

Líder defende diálogo 

O líder do prefeito na Câmara, o vereador Renato Berger (PSD), avaliou que não haverá debandada de outros emedebista da administração municipal e defendeu que Dr. Pessoa e Themistocles Filho sentem para terem uma conversa. 

“O Dr. Pessoa é um membro importante é que ser ouvido. São dois líderes importantes no Piauí que só precisam conversar”, disse.


Flash Paula Sampaio
[email protected] 

Imprimir