Cidadeverde.com
Esporte

Athletico e Palmeiras duelam por título inédito da Recopa Sul-Americana

Imprimir

Athletico e Palmeiras se acostumaram a decidir títulos nas últimas temporadas. Agora, enfim, vão se ver juntos em uma final. As duas equipes começarão nesta quarta-feira (23) a brigar pela conquista da Recopa Sul-Americana.

Furacão e Verdão abrem decisão da Recopa nesta quarta-feira (23)- Créditos: Reprodução Instagram/Athletico e Palmeiras

O confronto entre o vencedor da Copa Sul-Americana, o time rubro-negro, e o campeão da Copa Libertadores, o alviverde, terá início na Arena da Baixada, em Curitiba, às 21h30, com transmissão da Conmebol TV.

O embate será concluído na quarta-feira seguinte (2), no Allianz Parque. Em São Paulo, seja qual for o resultado, o troféu terá um dono inédito.

O Palmeiras foi derrotado em sua única tentativa de erguê-lo. No ano passado, depois de ter vencido o Defensa y Justicia na Argentina por 2 a 1, tomou 2 a 1 no Brasil e levou a pior nos pênaltis.

Em 1999, quando ganhou a Libertadores pela primeira vez, a formação paulistana não teve a chance de disputar a Recopa. A competição teve um hiato entre 1999 e 2002.

O Athletico também vai para a sua segunda investida pela taça. Em 2019, venceu o River Plate por 1 a 0 em casa, mas foi dominado na Argentina e perdeu por 3 a 0.

Desta vez, a disputa é entre brasileiros, algo que ocorreu três vezes na história. O São Paulo foi bicampeão em 1993 e 1994, superando Cruzeiro e Botafogo. Em 2013, foi batido pelo rival Corinthians.

Para buscar a taça que seus principais rivais já levantaram, o Palmeiras terá de superar desfalques. Na defesa, Luan, machucado, e Gustavo Gómez, com Covid-19, deverão ser substituídos por Murilo e Kuscevic. Também está fora o meia Gustavo Scarpa, outro lesionado, que deverá dar lugar a Jailson.

Derrotada pelo Chelsea no Mundial, a equipe espera melhor resultado em sua segunda decisão no ano. Já o Athletico ainda tenta entrar no ritmo da temporada e fará apenas sua terceira partida com o time considerado titular em 2022.

O técnico Alberto Valentim, velho conhecido dos palmeirenses, poderá promover a entrada de David Terans no meio de campo, na vaga que vinha sendo ocupada por Davi Araújo. Terans estava aprimorando a forma física.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir