Cidadeverde.com
Últimas

Polícia Civil faz operação e prende 22 suspeitos de violência contra mulheres no Piauí

Imprimir

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com 

A Polícia Civil do Piauí divulgou nessa terça-feira (08), Dia Internacional da Mulher, os resultados da Operação Resguardo 2022 de combate a crimes de violência contra a mulher. Ao longo do mês de fevereiro, foram cumpridos 22 mandados de prisão contra suspeitos na capital e interior do Piauí. 

A diretora do Departamento Estadual de Proteção à Mulher da Polícia Civil, delegada Bruna Verena, reforçou a importância da denúncia, do Boletim de Ocorrência, na efetivação das prisões que foram realizadas ao longo da operação. 

“Foram cumpridos 22 mandados de prisão e a mensagem que a gente quer passar é que denunciar, ir na delegacia, fazer Boletim de Ocorrência dá resultado. Todas essas prisões, todas essas verificações de denúncias só foram possíveis porque as mulheres denunciaram, alguém fez o fato chegar até a polícia”, destaca a delegada. 

A delegada Bruna Verena ressalta ainda que o principal objetivo da operação é conscientizar e engajar à população na luta contra a violência à mulher. 

“A Operação Resguardo acontece em todo o território Nacional e visa chamar a atenção, conscientizar nesse dia 8 de março, dia Internacional da Mulher, essa luta contra a violência contra a mulher, a gente quer chegar um dia para comemorar o 8 de março sem falar de violência, mas por enquanto, infelizmente a gente ainda tem que abordar esse tema porque é um tema que precisa se discutido, a sociedade precisa se engajar nessa luta, nessa discussão”, aponta. 

Além das prisões, a Operação Resguardo 2022 também verificou cerca de 40 denúncias de violência doméstica ao longo do mês de fevereiro. A diretora do Departamento Estadual de Proteção à Mulher destacou as principais formas de denúncias desse crime. 

“Existem várias formas de denúncias, Salve Maria, disque 180, disque 100, se o crime tiver acontecendo, imediatamente ligue para o 190 que é da Polícia Militar, e a partir daí a gente vai começar um procedimento para poder finalizar esse processo e quem sabe até a prisão desse agressor”, acrescenta.

Nesta terça-feira (08), no dia D da operação, a Polícia Civil segue com o cumprimento de mais mandados e verificações de denúncias e medidas protetivas.

“Hoje, a gente ainda está cumprindo mandados, estamos fazendo uma verificação das denúncias, indo nas casas das vítimas, fiscalizando as medidas protetivas. A operação finaliza hoje, mas os trabalhos continuam, nossas delegacias continuam abertas, a Central de Gênero e os canais de atendimento da Polícia para receber essas denúncias", finaliza a delegada Bruna Verena. 

 

Flash Rebeca Lima
[email protected] 

Imprimir