Cidadeverde.com
Esporte

São Paulo vence o Manaus por 2 a 0 e vai à terceira fase da Copa do Brasil

Imprimir

O São Paulo se classificou sem sustos para a terceira fase da Copa do Brasil. Diante de sua torcida, a equipe de Rogério Ceni controlou o Manaus e saiu de campo com uma vitória por 2 a 0, gols de Eder e Diego Costa.

Foto - Rubens Chiri / saopaulofc.net 

O resultado foi construído no primeiro tempo. Dono da bola desde os primeiros minutos, o São Paulo foi as redes aos 34 minutos, com Eder. Oito minutos mais tarde, Diego Costa deu números finais à partida.

A etapa inicial ainda teve tempo para um rápido apagão no Morumbi, que ficou 20 segundos sem luz.

O adversário da terceira fase da Copa do Brasil será conhecido apenas no dia 28 de março, no sorteio que será realizado pela CBF. Até lá, a equipe volta suas atenções para a fase final do Campeonato Paulista.

No próximo sábado (19), o São Paulo enfrenta o Botafogo-SP, em casa, no fechamento da primeira fase da competição. Já classificada, a equipe de Rogério Ceni terá pela frente o São Bernardo nas quartas de final. O jogo único será realizado no Morumbi, em data ainda a ser confirmada.

O Manaus também se preocupará agora com o torneio estadual. A equipe está nas quartas de final do Amazonense. Depois de um empate por 1 a 1 na ida, a equipe receberá o Manaura no domingo (20), pelas quartas de final.

Os dois times foram para o Morumbi com estratégias declaradas para tentar a vitória. O técnico do Manaus, Evaristo Piza, disse mais de uma vez que sua equipe apostaria em uma marcação forte para tentar surpreender o São Paulo no contra-ataque. Dessa maneira, a bola ficaria praticamente o tempo todo com a equipe tricolor.

Se era para ter a posse, Ceni optou por ter menos marcação. Escalou dois laterais ofensivos, Rafinha e Reinaldo, e dois zagueiros com boas saídas para o jogo (Léo e Diego Costa), deixando os experientes Arboleda e Miranda no banco de reservas.

No ataque, Marquinhos foi escalado junto com Nikão e Eder para tentar abrir a marcação do Manaus.

A partida foi exatamente como prevista. O Manaus se fechou desde o primeiro minuto e deixou a bola com o São Paulo. Os donos da casa terminaram a etapa inicial com 75% de posse de bola e 13 finalizações, sendo seis no gol de Pedro Henrique, que mostrou insegurança nas saídas pelo alto.

Ficar com a bola tem sido um problema para o São Paulo neste início de temporada. A equipe de Rogério Ceni apresentou dificuldades para furar retrancas no Paulista e deixou algumas partidas com um número alto de cruzamentos e nenhum gol.

Diante do Manaus, o time começou lento na distribuição de jogadas, facilitando para os visitantes acertarem a marcação. Aos 34 minutos, veio o alívio. Nikão acelerou o jogo abrindo a bola para Rafinha na direita. O lateral bateu cruzado e Eder, no meio da área, desviou para o fundo das redes do Manaus.

O único susto na primeira etapa veio quatro minutos depois do gol. Após cobrança de escanteio, Alvinho ficou frente a frente com Jandrei, mas parou na boa saída do goleiro são-paulino.

Quatro minutos mais tarde, o São Paulo tranquilizou a torcida de vez. Reinaldo cobrou escanteio e Diego Costa subiu mais do que a defesa do Manaus para fazer, de cabeça, o segundo gol do clube paulista.

A tranquilidade no placar permitiu que Rogério Ceni desse minutos para o volante Luan. Sem entrar em campo há cinco meses por causa de uma rara lesão muscular sofrida no primeiro treino comandado pelo técnico no ano passado, o camisa 8 substituiu Reinaldo aos 37 minutos do segundo tempo.

Essa foi a primeira vez que Luan jogou sob o comando de Rogério Ceni. Ele havia sido relacionado para as partidas contra o América-MG, pelo Campeonato Brasileiro do ano passado, e Mirassol, no último fim de semana, mas acompanhou ambas do banco de reservas.

O São Paulo já vencia por 2 a 0 quando as luzes do Morumbi apagaram completamente. Foram cerca de 20 segundos de apagão, que fizeram com que a torcida usasse os celulares para iluminar as arquibancadas. Quando as luzes voltaram, as arquibancadas comemoraram e a bola voltou a rolar.

De acordo com o São Paulo, o problema foi no bairro do Morumbi, na zona sul paulistana. A região costuma sofrer com rápidos apagões em dias de chuva.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir